inova.jor

inova.jor

Como a impressora 3D modifica o processo de fabricação

Cliever lança impressora 3D de alta precisão / Divulgação
Cliever lança impressora 3D de alta precisão / Divulgação

As impressoras 3D criaram uma nova forma de fabricação. Atualmente, esses equipamentos são essenciais para a prototipagem de produtos e podem ser empregados até na produção de peças que vão para a linha de produção.

A Cliever é uma startup brasileira criada em 2012 em Porto Alegre, especializada em impressoras 3D. A empresa acaba de lançar um modelo de alta precisão, chamado Cliever SL 1, e preço de R$ 32.290. O novo produto vem completar uma linha de máquinas mais simples, com preços a partir de R$ 4.250.

“Há quatro anos, era difícil para uma empresa brasileira ter acesso à tecnologia de impressão 3D”, afirma Rodrigo Krug, presidente da Cliever. “Existia uma grande demanda reprimida.”

Desde que foi criada, a Cliever vendeu cerca de 700 impressoras 3D, segundo Krug. “Nossos clientes não são somente empresas de porte menor. Temos máquinas instaladas nas principais montadoras de veículos e na Embraer.”

O presidente da Cliever explica que o desenvolvimento de fornecedores locais é um dos fatores que permitem reduzir custos. A resina usada pela impressora nova, por exemplo, é fabricada no Brasil.

A Cliever tem como concorrentes gigantes mundiais como a americana 3D Systems e a israelense Stratasys, dona da MakerBot, que fabrica impressoras de baixo custo, para uso doméstico.

No ano passado, a Cliever recebeu um investimento de R$ 2 milhões do fundo Criatec 2. Antes disso, já havia recebido recursos de investidores-anjo.

Mais precisão

A Cliever SL 1 usa uma tecnologia chamada estereolitografia. As peças impressas são formadas pela deposição de resina líquida, endurecida por um laser de alta potência.

Os modelos mais simples empregam a tecnologia FDM, sigla em inglês de modelagem por deposição de material fundido.

A estereolitografia permite a criação de objetos com camadas de material equivalentes a um décimo de espessura das que são obtidas com FDM, segundo Krug.

De acordo com o Wohlers Report 2015, o faturamento da indústria de impressoras 3D registrou uma expansão média anual de 33,8% desde 2012, atingindo US$ 4,1 bilhões em 2014. Para 2020, a expectativa é de que o faturamento do setor alcance US$ 21 bilhões.

O fundador da Cliever faz duas recomendações para o empreendedor que está começando agora. A primeira delas e não ter medo de colocar o produto no mercado.

“Tenho visto muito empreendedor de palanque, que fica só no discurso”, diz Krug. “Coloque o produto na rua e teste. Se não der certo, você melhora.”

A segunda recomendação é tratar bem o fluxo de caixa. “Chegamos a pegar empréstimo em banco para financiar começo da empresa, que acabamos de pagar recentemente”, explica o empreendedor. “Uma oportunidade é se financiar pelo próprio mercado. Fizemos muita pré-venda, e esse dinheiro foi usado para alavancar a produção.”

 

 

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A Bellus 3D criou um scanner que se conecta ao celular e capta imagens 3D do rosto / Renato Cruz/inova.jor

CES 2017: Conheça 10 projetos criados por startups

LAS VEGAS O Eureka Park é o espaço que reúne startups na CES, evento de eletrônicos de consumo que terminou semana passada em Las Vegas. Neste ano, reuniu cerca de 600 empresas iniciantes de várias partes do mundo. Abaixo, destaco 10 projetos interessantes apresentados por elas. Scanner facial Sediada em[…]

Leia mais »
A OLX vai selecionar startups que tenham sinergia com suas operações / Renato Mangolin/Divulgação

OLX anuncia programa de apoio a startups

O site de compra e venda OLX resolveu se aproximar de startups e criou o programa OLX Start, para oferecer mentoria a empresas iniciantes. A companhia vai selecionar startups que tenham sinergia com seus negócios e oferecer consultoria em áreas como tecnologia, produto, marketing digital e operações. A ideia é oferecer à[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami