inova.jor

inova.jor

Brasil é destaque mundial em pesquisa sobre cosméticos

A USP lidera a produção científica mundial sobre cosméticos / Juanedc/Creative Commons
A USP lidera a produção científica mundial sobre cosméticos / Juanedc/Creative Commons

A Thomson Reuters divulgou hoje (11/5) seu relatório State of Innovation 2016, e o Brasil foi destaque mundial na pesquisa científica relacionada a cosméticos.

A Universidade de São Paulo (USP) ficou em primeiro lugar e a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em oitavo no ranking de produção científica dessa área.

“Isso talvez não seja uma grande surpresa já que o Brasil também está entre os cinco países do mundo com maior número de cirurgias plásticas estéticas realizadas anualmente”, destacou o relatório.

Nas pesquisas sobre cosméticos, a USP ficou à frente da Food and Drug Administration (FDA), agência norte-americana responsável por alimentos e remédios; da Procter & Gamble; e da Universidade Harvard.
Instituições mais produtivas na pesquisa científica sobre cosméticos

Inovação no mundo

A sétima edição do estudo anual da Thomson Reuters analisou indicadores como depósitos de patentes e publicações científicas em 12 áreas.

O volume mundial de patentes cresceu 13,7% em 2015, enquanto o de novas pesquisas científicas caiu 19%. A queda na produção científica pode representar uma ameaça ao crescimento da inovação nos próximos anos.

Os setores que apresentaram maior crescimento no registro de patentes foram:

  • Dispositivos médicos (27%);
  • Eletrodomésticos (21%); 
  • Aeroespacial e defesa (15%); 
  • Petróleo e gás (14%); e 
  • Tecnologia da informação (13%).

A área de biotecnologia foi a única que caiu na produção de patentes, com retração de 2% sobre 2014.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Linha de montagem da Tesla / Steve Jurvetson/Creative Commons

O cliente sempre está certo? Elon Musk, da Tesla, acha que não

Se o cliente for “supergrosseiro”, Elon Musk, presidente da Tesla Motors, se reserva o direito de não vender carros para ele. Foi o que aconteceu com Stewart Alsop, ex-jornalista e atual investidor de risco, que criticou um evento de lançamento da Tesla no Medium. Em setembro do ano passado, Alsop reclamou que o evento[…]

Leia mais »
Curso da THNK será oferecido no Brasil em junho / Divulgação

Quais são os desafios de ser um líder inovador

A inovação exige trabalho duro. Um grande desafio das empresas é, depois de coletar ideias, colocar em prática os projetos de inovação. Mark Vernooij, sócio da THNK, escola holandesa de liderança criativa, conversou com o inova.jor, sobre os desafios de ser um líder inovador. Ele destacou cinco características: É preciso[…]

Leia mais »

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami