inova.jor

inova.jor

Como fazer um aplicativo de sucesso

Aplicativo: Omar Pavel (de pé) criou mais de 40 aplicativos / Renato Cruz/inova.jor
Omar Pavel (de pé) criou mais de 40 aplicativos / Renato Cruz/inova.jor

O programador Omar Pavel, presidente da Interactive Media Dream (IMD), é especialista em aplicativos. Desde 2009, desenvolveu mais de 40 deles.

O mais recente foi criado para a fintech HugPay, que permite a emissão de cartões virtuais. A cada transação, o usuário gera um número de cartão que pode ser usado somente uma vez, o que aumenta a segurança.

Apesar de já estar aberta há sete anos, a IMD contratou seu primeiro funcionário há um ano e meio, e hoje conta com uma equipe de oito programadores e um designer, além de seu fundador.

Em entrevista ao inova.jor, Pavel deu três dicas para quem quer criar um aplicativo de sucesso:

1. Consiga um orçamento suficiente

O que faz diferença é o trabalho que vem depois. Se o desenvolvimento custa R$ 100 mil, é preciso ter R$ 300 mil, para que o aplicativo seja divulgado. Não adianta criar um aplicativo que ninguém sabe que existe.

2. Mantenha o aplicativo atualizado

Quando a empresa muda o sistema que roda por trás do aplicativo, ele pode deixar de funcionar. É importante mantê-lo atualizado, incluindo novas funcionalidades e adaptando-o às preferências dos usuários.

3. Tenha certeza de que ele é mesmo necessário

Existem ocasiões em que uma boa versão móvel do site resolve o problema. A empresa pode gastar uma vez só, desenvolvendo um bom site móvel que funciona em qualquer celular, no lugar de fazer versões do aplicativo para Android, iOS e até Windows Phone.

Omar Pavel é filho de Andreas Pavel, o criador do Walkman. Sua próxima startup é uma escola de programação, voltada principalmente para crianças.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Projeto do Instituto TIM, AWC estimula universitários a empreender / Divulgação

‘Falta apoio ao empreendedorismo nas universidades’

A cultura do empreendedorismo, tão difundida em países como Estados Unidos, ainda é pouco difundida nas universidades brasileiras, o que limita o interesse dos estudantes. Especialista no assunto, Diogo Dutra é coordenador de conteúdo do programa Academic Working Capital (AWC). O projeto é fruto de uma iniciativa do Instituto TIM,[…]

Leia mais »
A Bellus 3D criou um scanner que se conecta ao celular e capta imagens 3D do rosto / Renato Cruz/inova.jor

CES 2017: Conheça 10 projetos criados por startups

LAS VEGAS O Eureka Park é o espaço que reúne startups na CES, evento de eletrônicos de consumo que terminou semana passada em Las Vegas. Neste ano, reuniu cerca de 600 empresas iniciantes de várias partes do mundo. Abaixo, destaco 10 projetos interessantes apresentados por elas. Scanner facial Sediada em[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *