inova.jor

inova.jor

Consultoria premia empreendedores da saúde

Prêmio prevê R$ 50 mil ao empreendedor com melhor projeto para melhorias na saúde / Adrian Clark / Creative Commons / Flickr
Prêmio de R$ 50 mil será destinado ao empreendedor com o melhor projeto de saúde / Adrian Clark / Creative Commons

Empreendedores com projetos para melhorias na área de saúde podem concorrer a R$ 50 mil e ao auxílio de especialistas para levar a ideia ao mercado.

Promovido pela consultoria Everis, o Prêmio Empreenda Saúde está na segunda edição, com inscrições até 29 de agosto.

Os interessados devem preencher uma ficha de inscrição e apresentar um resumo sobre o projeto no site da premiação.

É possível se inscrever tanto como pessoa física quanto em grupo. Nesse segundo caso, é necessário eleger um representante no ato de inscrição.

A intenção é encontrar projetos que melhorem, na prática, processos, tecnologias ou métodos de gestão na área de saúde.

As áreas contempladas são:

  • assistência integral à saúde;
  • eficiência em produtos e processos assistenciais; e
  • mecanismos de integração educacional e saúde.

As ideias serão avaliadas por especialistas em inovação, pesquisadores, professores e empresários do setor.

Os critérios de avaliação serão baseados na aplicabilidade e relevância do problema, inovação e nível de contribuição para melhoria do sistema de saúde como a quantidade de pessoas a serem beneficiadas com o projeto.

Finalistas

Os cinco finalistas devem fazer uma apresentação presencial aos jurados no dia 31 de outubro. O resultado final será divulgado em um evento no dia 17 de novembro.

Saúde: Hilda Cerdeira e Paula Renata Cerdeira Gomez, da Epistemic / Divulgação
Hilda Cerdeira e Paula Renata Cerdeira Gomez, da Epistemic / Divulgação

O vencedor levará pra casa R$ 50 mil em certificados de barras de ouro, além de receber apoio de especialistas para tornar a ideia realidade.

Realizada no ano passado, a primeira edição premiou um algoritmo capaz de detectar ataques epiléticos com 25 minutos de antecedência. O grupo vencedor foi liderado por Paula Renata Cerdeira Gomez, presidente da Epistemic.

A proposta é criar um sensor a ser implantado no corpo do paciente, conectado a um smartphone ou computador vestível, para avisar o próprio paciente, familiar ou acompanhante. Também está prevista uma versão hospitalar, para avisar a equipe médica de pacientes internados.

A Everis pertence ao grupo NTT Data, sexta maior empresa de serviços de tecnologia da informação do mundo.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Carolina Zarur é a responsável pela Cambly no Brasil / Divulgação

Cambly oferece curso de conversação em inglês por videoconferência

Conversação com nativos da língua inglesa disponíveis na hora e no dia que você quiser. Essa é a promessa da startup norte-americana Cambly, disponível tanto na versão desktop quanto para dispositivos móveis. Para funcionar, basta informar que quer começar a aula, e a startup garante que em questões de segundos[…]

Leia mais »
Ford lançou no Brasil o Sync 3, sistema de conectividade com acesso ao Apple Car Play e ao Android Auto / Divulgação

Ford procura desenvolvedores de aplicativos

A Ford quer convencer desenvolvedores de aplicativos para celular a criarem soluções para o Sync 3, seu novo sistema multimídia. Hoje, a montadora anunciou que a linha Focus 2017 virá com o novo sistema. A indústria automobilística passa por uma grande transformação, que passa pelo carro conectado e os aplicativos de[…]

Leia mais »

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami