inova.jor

inova.jor

Como a fibra óptica pode funcionar como sensor

Fibra óptica é usada como sensor de movimento numa ponte na Inglaterra / Engineering at Cambridge/Creative Commons
Fibra óptica é usada como sensor de movimento numa ponte na Inglaterra / Engineering at Cambridge/Creative Commons

A Furukawa, fabricante japonesa de fibra óptica, tem planos para o mercado de internet das coisas. A ideia da empresa é fornecer diferentes tipos de sensores ópticos, que não precisam de energia elétrica para funcionar e são imunes à interferência eletromagnética.

Ao medir o comportamento do feixe de luz que passa por uma fibra, é possível conhecer características do ambiente em que ela está. Uma das aplicações é a medição do nível de água nos reservatórios.

“Temos conversas com consultores que dão apoio ao sistema para medir automaticamente o nível de água”, afirma Foad Shaikhzadeh, presidente da Furukawa no Brasil.

Além de medir o nível de água, a fibra óptica pode ser usada para medir temperatura, pressão e tensão, entre outras características do ambiente.

“Uma das mais antigas aplicações de sensor óptico no Brasil é da Embraer, que usa a fibra como giroscópio”, exemplifica Shaikhzadeh.

O giroscópio é um sensor que identifica mudanças de direção, usado tanto em aeronaves quanto em eletrônicos como o celular.

Guilherme Hoffmann, engenheiro de Banda Larga da Furukawa, passou uma temporada em treinamento no Japão, onde viu outras aplicações de sensores ópticos.

“Vi a demonstração de um braço robô em que a fibra óptica era usada para identifica o movimento em cada uma das suas juntas”, afirma Hoffmann. “A fibra também pode funcionar como microfone.”

No microfone óptico, um laser é refletido num diafragma, que vibra de acordo com o som e modifica a direção da luz refletida. Um fotodetector transforma essa luz em som analógico ou digital.

Há dois anos, a Furukawa lançou uma câmera ligada à fibra óptica, sem fonte de energia, capaz de transmitir imagens por uma distância de 10 quilômetros.

Outra aplicação dos sensores ópticos é na engenharia civil. A fibra óptica pode ser empregada, por exemplo, para monitorar as condições de uma ponte em que trafegam trens de alta velocidade com carga pesada.

Loja para provedores

A Furukawa lançou esta semana sua loja virtual de soluções de rede óptica para provedores de acesso. No site, é possível desenhar um projeto de rede, comprar a fibra óptica e equipamentos e ter acesso a financiamento.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A multinacional brasileira, fundada por Marco Stefanini, promove seu primeiro hackathon no Rio / Renato Cruz/inova.jor

Stefanini promove hackathon sobre telecomunicações no Rio

A Stefanini vai promover, em 19 de janeiro, seu primeiro hackathon no Rio de Janeiro. As inscrições terminam em 15 de janeiro. Com até cinco integrantes, as equipes terão como objetivo encontrar uma solução criativa e economicamente viável para melhorar a experiência do usuário de telecomunicações. A equipe vencedora receberá[…]

Leia mais »
Brasileiros têm concentrado comunicação em aplicativos como o WhatsApp

Aplicativos incentivam crescimento do celular pós-pago

A redução do pré-pago na base total de celulares em uso no Brasil acelerou. Segundo dados preliminares da consultoria Teleco,  a participação chegou a 72% no ano passado. Em 2009, esse número era de 83%. Quem usava mais de um chip tem buscado concentrar tudo numa operadora só, fazendo de aplicativos de[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami