inova.jor

inova.jor

No Japão, o robô pode ser o melhor amigo de um humano

O robô Kirobo Mini, da Toyota, ajusta sua conversação às preferências do usuário / Divulgação
O Kirobo Mini, da Toyota, ajusta sua conversação às preferências do usuário / Divulgação

A ideia de robôs domésticos tornou-se realidade somente no Japão. Pelo menos por enquanto. Hoje (3/10), foi a vez de a Toyota anunciar o Kirobo Mini, um autômato de 10 centímetros de altura que parece um bebê e conversa com seu dono.

Com início das vendas previsto para o ano que vem no Japão, o dispositivo tem preço previsto de cerca de US$ 400. Segundo a Toyota, o Kirobo Mini é capaz de:

  • Participar de uma conversa, gesticular e interpretar as expressões faciais do interlocutor;
  • Lembrar das preferências do usuário e de eventos passados, como viagens de carro que fizeram juntos;
  • Ser levado para qualquer lugar, já que cabe na palma da mão;
  • Melhorar a conversação com informações de objetos conectados, em casa ou no carro.

O anúncio causou certa polêmica, pois algumas notícias apontaram que o robô teria sido criado como um substituto de criança para mulheres sem filhos, diante da queda de natalidade japonesa.

Apesar de a Toyota não apresentar o robô explicitamente dessa forma, vídeos de demonstração mostram o Kirobo Mini interagindo com uma mulher jovem.

Sentimentos

O Kirobo Mini é apenas o exemplo mais recente de robô doméstico no Japão. Um autômato mais conhecido é o Paro, foca robô lançada no começo deste século para fazer companhia para idosos.

Outro exemplo é o Pepper, do Softbank, que também foi empregado como atendente em lojas do Japão.

Mas não são somente empresas japonesas que apostam em robôs domésticos. Durante a Consumer Electronics Show (CES), no começo deste ano em Las Vegas, a francesa Blue Frog Robotics demonstrou o Buddy, robô para a família desenvolvido com financiamento coletivo pelo Kickstarter.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

As empresas de tecnologia investiram alguns milhares de dólares para participar do Super Bowl

O que as empresas de tecnologia preparam para o Super Bowl

Neste domingo (5/2), será realizado o Super Bowl, final da National Football League (NFL), a principal liga de futebol americano do mundo. O evento costuma atrair a maior audiência da televisão dos Estados Unidos no ano, e também ser o horário mais caro para os anunciantes. Os comerciais do intervalo do Super Bowl[…]

Leia mais »
Pesquisa aponta que 44% ainda preferem notícias selecionadas por um editor humano / Pablo/Creative Commons

Maioria prefere notícias escolhidas por algoritmo

Como você encontra as notícias que lê? Provavelmente, boa parte delas vem do seu feed do Facebook ou de uma busca no Google. A edição deste ano do Digital News Report, do Reuters Institute, apontou que a maioria das pessoas prefere que algoritmos escolham as notícias para elas, no lugar[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami