inova.jor

inova.jor

CI&T: ‘É preciso ser competitivo globalmente’

Soluções de aprendizado de máquina já são o principal produto da CI&T para clientes nos EUA / Renato Cruz/inova.jor
Soluções de aprendizado de máquina já são o principal produto da CI&T para clientes nos EUA / Renato Cruz/inova.jor

CAMPINAS

Fundada em 1995 em Campinas, a CI&T está entre as empresas de tecnologia mais internacionalizadas do Brasil. Com dois centros de desenvolvimento no País e um na China, deve obter do exterior 40% do faturamento de R$ 400 milhões previsto para este ano. Lá fora, o principal mercado são os Estados Unidos.

“É preciso ser competitivo globalmente”, explica Cesar Gon, presidente e fundador da CI&T. “Além de ser um mercado importante, atuar nos EUA nos dá uma visão mais ampla sobre o mercado.”

Ele cita como exemplo os projetos de aprendizado de máquina (machine learning, um ramo da inteligência artificial) que a CI&T tem desenvolvido para clientes norte-americanos.

Enquanto mobilidade ainda é o carro-chefe da companhia no Brasil, o soluções de aprendizado de máquina são o principal produto nos EUA.

“Não são somente early adopters”, destaca Gon. “No ciclo anterior, quando as companhias brasileiras começaram a demandar mais mobilidade, já estávamos preparados por atender o mercado norte-americano.”

Filhas da Unicamp

A CI&T é uma das maiores “filhas da Unicamp”, empresas criadas por empreendedores que estudaram na Universidade Estadual de Campinas.

No ano passado, havia 286 filhas da Unicamp, que faturaram cerca de R$ 3 bilhões e empregaram 19,2 mil pessoas.

A CI&T emprega 2,3 mil pessoas, sendo 300 fora do Brasil. “Somos o terceiro maior contratador de formandos da área de exatas da Unicamp”, afirma Gon.

Quando surgiu, a CI&T produzia sistemas de gerência de redes. Depois, passou a oferecer desenvolvimento de software em padrão internacional.

Atualmente, os focos estão em áreas como internet das coisas, aprendizado de máquina e transformação digital. “Quando uma área se torna commodity, nós saímos dela”, diz o presidente da CI&T, e cita como exemplo a manutenção de sistemas de gestão SAP.

Laboratório de inovação

No ano passado, a SulAmérica criou o Inova SAS, um laboratório de inovação que tem como parceira a CI&T.

A empresa de tecnologia aplicou metodologias ágeis, análise de dados, prototipagem, impressão tridimensional, análise de dados e desenvolvimento de aplicações móveis para criar soluções de transformação digital para o setor de seguros.

Das soluções criadas pelo Inova SAS, duas vão entrar em produção em breve. Uma delas é um canal de bate-papo para atendimento, integrado ao sistema da Salesforce já adotado pela SulAmérica.

Outra é um aplicativo para melhorar o processo de reembolso médico, que fará a leitura digital do recibo escrito à mão para entrada e validação no sistema.

“Em projetos como esses, exercitamos a tese de inovação aberta, com ciclos rápidos de inovação”, afirma Gon.

Cesar Gon, da CI&T, destaca a importância da inovação aberta / Renato Cruz/inova.jor
Cesar Gon, da CI&T, destaca a importância da inovação aberta / Renato Cruz/inova.jor

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Pesquisa aponta que 44% ainda preferem notícias selecionadas por um editor humano / Pablo/Creative Commons

Maioria prefere notícias escolhidas por algoritmo

Como você encontra as notícias que lê? Provavelmente, boa parte delas vem do seu feed do Facebook ou de uma busca no Google. A edição deste ano do Digital News Report, do Reuters Institute, apontou que a maioria das pessoas prefere que algoritmos escolham as notícias para elas, no lugar[…]

Leia mais »
Protótipo e-nose avalia amostras de cerveja com sensores e inteligência artificial / Divulgação

Pesquisadora brasileira desenvolve nariz eletrônico para avaliar cerveja

Doutora em engenharia química, a brasileira Amanda Reitenbach desenvolveu um protótipo eletrônico para identificar aromas em diferentes tipos de cerveja. Com uma série de sensores acoplados a um arduino (placa microcontroladora), o e-nose detecta compostos indesejáveis em amostras de cervejas. O protótipo foi construindo durante o período que Reinbach atuou como[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami