inova.jor

inova.jor

O que Charles Darwin tem a ensinar às empresas inovadoras

Darwin: Programas de incubação e aceleração de startups têm crescido exponencialmente / Daniel Queiroz/Divulgação
Programas de incubação e aceleração de startups têm crescido exponencialmente / Daniel Queiroz/Divulgação

Criar soluções diferentes para necessidades globais tornou-se atividade essencial no século 21.

A demanda por novidades e evoluções tecnológicas fez com que a palavra inovação fosse disseminada em mercados e setores diversos, ampliando conceitos como pesquisa e desenvolvimento (P&D) e disrupção.

Para empresas, grandes ou pequenas, a inovação tem capacidade de ampliar o potencial de desenvolvimento de produtos e soluções, gerando diferenciação e até alcance de novos mercados.

Pensando nisso, presenciamos o aumento exponencial de programas de incubação e aceleração de startups, que buscam agregar ao negócio ideias novas e tecnologias exclusivas.

Marcos Mueller, da Darwin Starter / Divulgação
Marcos Mueller, da Darwin Starter / Divulgação

Gestão e integração

A intenção é alcançar resultados de forma mais rápida, por meio da união entre mentes jovens e experiência de mercado.

Mas fazer com que o processo de inovação gere resultados expressivos tanto para empresas quanto para startups exige gestão das ações e atenção especial a fatores específicos.

Acima de tudo, agentes do ecossistema de inovação devem valorizar a integração a todo momento.

Num cenário em que a comunicação é ativa e as ações são interligadas, fazer dar certo depende da atuação de atores em diversos ramos.

É essencial contar com instituições de ensino, setores governamentais e iniciativa privada, cada um cumprindo seu papel na missão de gerar produtos capazes de mudar a situação de um mercado, de uma cidade ou mesmo de um planeta.

Resiliência e adaptação

A palavra da vez é resiliência. Apesar do seu uso ter deslanchado na última década, o termo vem de séculos de estudos e observações.

Charles Darwin já dizia que só os que se adaptam aos desafios e dificuldades do mundo conseguem sobreviver.

Do mesmo jeito acontece com empreendedores: é preciso extrair o melhor das piores situações e transformar em oportunidade mesmo as más ideias.

Execução e resultados

Num século marcado por criações, a parte mais importante dos negócios precursores é a execução. Construir uma empresa que impacte mais do que uma dúzia de pessoas demanda sabedoria e proatividade.

Não basta ter a ideia na cabeça e a vontade de fazê-la dar certo. Para inovar com eficiência é preciso ter acesso a recursos e a pessoas, buscando agregar soluções complementares e explorando a experiência daqueles que já conhecem o percurso.

Dinheiro é importante e está cada vez menos acessível. Entretanto, o foco da inovação está principalmente na inteligência e no trabalho duro.

Experiente ou novato, todo empreendedor deve investir em fazer bem feito, mas, principalmente, em gerar resultados reais, palpáveis.

Inovar em um mundo construído por informação e velocidade é um desafio cada vez maior. E superar desafios deve ser a especialidade de quem realmente sabe inovar.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Recrutadores têm dificuldade de encontrar profissionais qualificados de tecnologia da informação / Leonardo Rizzi/Creative Commons

Por que sobram vagas em tecnologia da informação

Empresa de tecnologia da informação (TI) procura profissional com ou sem experiência, formado ou estudante de cursos na área, para contratação imediata. Remuneração: a combinar. Benefícios: ambiente de trabalho moderno, flexibilidade de horários, possibilidade de aprendizado e participação em projetos que ajudam a transformar a sociedade. Parece um anúncio de emprego[…]

Leia mais »
Competição de startups, que acontece desde 2012 na Europa, tem sua primeira edição brasileira / Divulgação

EDP Starter busca startups com soluções para o setor elétrico

A EDP trouxe ao Brasil o programa Starter, que busca startups em estágio inicial com soluções para o setor elétrico. As inscrições vão até 14 de julho. O programa existe na Europa desde 2012.  As empresas escolhidas vão passar por um processo de aceleração e desenvolvimento especializado, receber mentoria e[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami