inova.jor

inova.jor

O que Charles Darwin tem a ensinar às empresas inovadoras

Darwin: Programas de incubação e aceleração de startups têm crescido exponencialmente / Daniel Queiroz/Divulgação
Programas de incubação e aceleração de startups têm crescido exponencialmente / Daniel Queiroz/Divulgação

Criar soluções diferentes para necessidades globais tornou-se atividade essencial no século 21.

A demanda por novidades e evoluções tecnológicas fez com que a palavra inovação fosse disseminada em mercados e setores diversos, ampliando conceitos como pesquisa e desenvolvimento (P&D) e disrupção.

Para empresas, grandes ou pequenas, a inovação tem capacidade de ampliar o potencial de desenvolvimento de produtos e soluções, gerando diferenciação e até alcance de novos mercados.

Pensando nisso, presenciamos o aumento exponencial de programas de incubação e aceleração de startups, que buscam agregar ao negócio ideias novas e tecnologias exclusivas.

Marcos Mueller, da Darwin Starter / Divulgação
Marcos Mueller, da Darwin Starter / Divulgação

Gestão e integração

A intenção é alcançar resultados de forma mais rápida, por meio da união entre mentes jovens e experiência de mercado.

Mas fazer com que o processo de inovação gere resultados expressivos tanto para empresas quanto para startups exige gestão das ações e atenção especial a fatores específicos.

Acima de tudo, agentes do ecossistema de inovação devem valorizar a integração a todo momento.

Num cenário em que a comunicação é ativa e as ações são interligadas, fazer dar certo depende da atuação de atores em diversos ramos.

É essencial contar com instituições de ensino, setores governamentais e iniciativa privada, cada um cumprindo seu papel na missão de gerar produtos capazes de mudar a situação de um mercado, de uma cidade ou mesmo de um planeta.

Resiliência e adaptação

A palavra da vez é resiliência. Apesar do seu uso ter deslanchado na última década, o termo vem de séculos de estudos e observações.

Charles Darwin já dizia que só os que se adaptam aos desafios e dificuldades do mundo conseguem sobreviver.

Do mesmo jeito acontece com empreendedores: é preciso extrair o melhor das piores situações e transformar em oportunidade mesmo as más ideias.

Execução e resultados

Num século marcado por criações, a parte mais importante dos negócios precursores é a execução. Construir uma empresa que impacte mais do que uma dúzia de pessoas demanda sabedoria e proatividade.

Não basta ter a ideia na cabeça e a vontade de fazê-la dar certo. Para inovar com eficiência é preciso ter acesso a recursos e a pessoas, buscando agregar soluções complementares e explorando a experiência daqueles que já conhecem o percurso.

Dinheiro é importante e está cada vez menos acessível. Entretanto, o foco da inovação está principalmente na inteligência e no trabalho duro.

Experiente ou novato, todo empreendedor deve investir em fazer bem feito, mas, principalmente, em gerar resultados reais, palpáveis.

Inovar em um mundo construído por informação e velocidade é um desafio cada vez maior. E superar desafios deve ser a especialidade de quem realmente sabe inovar.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Primeira edição do programa de startups da Nexa foi limitado ao Brasil / Divulgação

Nexa busca startups com projetos de mineração e metalurgia

A Nexa, ex-Votorantim Metais, abriu inscrições para o Mining Lab 2, segunda edição de seu programa de startups. Os interessados podem se inscrever até 18 de março. A empresa busca projetos que possam ser aplicados à mineração e à metalurgia, nas seguintes áreas: automação; internet das coisas; logística; economia circular;[…]

Leia mais »
Projeto do Instituto TIM, AWC estimula universitários a empreender / Divulgação

‘Falta apoio ao empreendedorismo nas universidades’

A cultura do empreendedorismo, tão difundida em países como Estados Unidos, ainda é pouco difundida nas universidades brasileiras, o que limita o interesse dos estudantes. Especialista no assunto, Diogo Dutra é coordenador de conteúdo do programa Academic Working Capital (AWC). O projeto é fruto de uma iniciativa do Instituto TIM,[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami