inova.jor

inova.jor

Maioria das empresas do EUA já foi alvo de ransomware

Mau uso da tecnologia por colaboradores é apontado como principal causa dos ataques de ransomware
Mau uso da tecnologia por colaboradores é apontado como principal causa dos ataques de ransomware / ep_jhu/Creative Commons

O número de empresas que sofrem com ataques de ransomware tem crescido nos últimos anos, segundo o relatório Estudo de Resposta a Ransomwares, da Trend Micro.

Nesse tipo de ataque, o computador infectado tem seus dados criptografados, e o criminoso digital exige pagamento de um resgate para liberar novamente o acesso a eles.

Dentre as 225 empresas americanas que participaram da pesquisa, 53% já foram vítimas desse tipo de ataque e 22% registraram alguma perda financeira por conta disso.

A maioria dos executivos (60%) acredita que a vulnerabilidade decorre do mau uso da tecnologia por colaboradores, sendo 65% dos casos originados após cliques em links para sites infectados, provavelmente recebidos via e-mail por funcionários desavisados.

O relatório constatou ainda que as empresas recebem, em média, dez ataques de ransomware por mês. Mas boa parte dos entrevistados (42%) não soube dizer com qual frequência sofre ataques.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Taxa de empreendedorismo é a segunda maior da história / Sebrae-SP

Cai a taxa de novos empreendedores no Brasil

No ano passado, havia 52 milhões de empreendedores no país, o que equivale a dois a cada cinco brasileiros com idade de 18 a 64 anos, segundo a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor, divulgada pelo Sebrae. A taxa chegou a 38%, sendo a segunda melhor desde 2002, quando o índice começou[…]

Leia mais »
O Centro de Operações Tigre, na Argentina, monitora quase mil câmeras, 24 horas por dia / Divulgação

Como a inteligência artificial torna as cidades mais seguras

Com a proliferação de câmeras em lugares públicos, surge a necessidade de tecnologias baseadas em inteligência artificial que gerem alarmes automatizados para a detecção de pessoas suspeitas e comportamentos incomuns. Ao lado do reconhecimento facial, tecnologias como aprendizado de máquina e detecção de comportamento tornam as cidades mais seguras. “As[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *