inova.jor

inova.jor

Japão quer tornar privada automática mais fácil de usar

Japão decide padronizar controles de privada automática / Achim Hepp/Creative Commons
Japão decide padronizar controles de privada automática / Achim Hepp/Creative Commons

Associação da Indústria de Equipamentos Sanitários do Japão decidiu padronizar os ícones de instrução do vaso sanitário automático.

O modelo possui um painel de controle com funções como pulverizar água, secar, dar descarga e abrir e fechar a tampa.

Os ícones para “abrir e fechar tampa”, “abrir e fechar assento”, “descarga longa”, “descarga curta”, “limpar”, “lavar”, “secar” e “parar” / Japan Restroom Industry Association

O objetivo é facilitar a vida dos turistas que vão visitar o país. Cerca de 24 milhões de turistas visitaram o Japão em 2016 e o ​​governo prevê receber 40 milhões de pessoas em 2020 durante a Olimpíada.

Cada fabricante tem usado seu próprio conjunto de ícones, com instruções em japonês, o que dificulta o entendimento dos visitantes.

A associação também espera que, com essa medida, seja mais fácil promover as vendas da privada japonesa no exterior.

Toshiba, Panasonic e mais sete empresas que fazem parte da associação vão adotar ícones unificados para os produtos lançados a partir deste ano.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

As empresas de tecnologia investiram alguns milhares de dólares para participar do Super Bowl

O que as empresas de tecnologia preparam para o Super Bowl

Neste domingo (5/2), será realizado o Super Bowl, final da National Football League (NFL), a principal liga de futebol americano do mundo. O evento costuma atrair a maior audiência da televisão dos Estados Unidos no ano, e também ser o horário mais caro para os anunciantes. Os comerciais do intervalo do Super Bowl[…]

Leia mais »
O filme 'Primer', dirigido por Shane Carruth, não é citado no livro de James Gleick / Reprodução

Com ‘A máquina do tempo’, H.G. Wells inventou o futuro

Antes de H.G. Wells publicar A máquina do tempo, em 1895, personagens de ficção já haviam visitado o futuro ou o passado, mas por acaso ou por obra dos deuses. Em Time travel: a history (Pantheon, 2016), James Gleick escreve que a ideia de se construir um dispositivo para viajar no tempo[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami