inova.jor

inova.jor

Público escolhe que fotos a Nasa vai tirar de Júpiter

Imagem capturada durante a missão Juno da Nasa
Imagem capturada durante a missão Juno da Nasa – NASA/JPL-Caltech/SwRI/MSSS/Eric Jorgensen

Pela primeira vez na história, a Nasa ofereceu ao público a oportunidade de escolher que imagens que devem ser capturadas durante uma de suas missões espaciais.

Em 2 de fevereiro, quando se aproximar do polo norte de Júpiter, a sonda Juno vai tirar fotos escolhidas por votação via internet. O resultado pode ser visto no site do projeto.

A sonda é equipada com a JunoCam, uma câmera de luz visível projetada para capturar imagens ​​dos polos de Júpiter. Ela foi incluída na nave espacial principalmente para engajamento do público, embora suas imagens também sejam úteis para a equipe científica.

Com a ação, a agência espacial quer aproximar o público da missão da sonda Juno, que está na quarta órbita de 53 dias em torno de Júpiter desde que chegou lá, em julho de 2016, após uma viagem de cinco anos.

A Nasa prevê novas enquetes em breve sobre fotos que devem ser tiradas nas suas missões espaciais. O público pode acompanhar no as informações no Twitter da agência espacial.

 

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Pesquisa mostra que 69% das pessoas não imaginam como viver sem internet / ajari/Creative Commons

O avanço tecnológico destrói vidas? Muita gente acha que sim

Hendrik van Loon é um escritor que anda meio esquecido. Seu livro História das invenções: o homem, fazedor de milagres foi publicado em 1934 nos Estados Unidos, e saiu por aqui na década seguinte, pela Editora Brasiliense. O historiador holandês expôs nesse livro uma ideia poderosa, que foi adotada mais tarde[…]

Leia mais »
Serviços como Netflix tem reduzido a demanda por TV paga / Divulgação/Netflix

Como o vídeo por streaming afeta a TV paga

No ano passado, o Brasil perdeu assinantes de TV paga pela primeira vez. Foram cerca de 500 mil pessoas que desligaram seus serviços de cabo ou satélite. Parte disso foi resultado da crise. Outra parte foi uma tendência que já acontece há algum tempo fora do Brasil, chamada “cord cutting”.[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami