inova.jor

inova.jor

Google seleciona segunda turma de residentes do Campus São Paulo

O Campus São Paulo é o primeiro coworking do Google na América Latina/ Divulgação
O Campus São Paulo é o primeiro coworking do Google na América Latina / Divulgação

O Google está com inscrições abertas para a segunda turma de residentes do Campus São Paulo, na região da Avenida Paulista. Três andares do prédio foram reservados para o programa de startups residentes.

As empresas selecionadas terão seis meses de espaço de trabalho permanente sem nenhum custo e oportunidades para participar de programas de imersão globais, além de eventos e conteúdos exclusivos.

O programa tem interesse em startups com alto potencial de impacto e diversidade na equipe. A preferência é por desenvolvedores de soluções móveis, inteligência artificial e aprendizado de máquina, realidade virtual e tecnologias para mercados emergentes.

Para se tornar residente, é necessário fazer a inscrição e passar por um processo seletivo. A avaliação é feita pelo time do Campus São Paulo, além de empreendedores e investidores. As inscrições podem ser feitas até sexta-feira (27/1).

O Google Campus São Paulo é o primeiro coworking da empresa na América Latina.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Aplicativo brasileiro quer contar quantidade de vezes que ocorre manterrupting / Nacho / Creative Commons

Aplicativo detecta quantas vezes mulheres são interrompidas por homens

“Direitos iguais começam com igualdade de vozes.” Esse é o mote do aplicativo brasileiro Woman Interrupted, que pretende calcular quantas vezes mulheres são interrompidas por homens durante conversas. A interrupção masculina durante a fala feminina é conhecida como “manterrupting”. O termo é apresentado como um tipo de violência contra a[…]

Leia mais »
A Biva quer promover o encontro entre quem quer crédito e quem tem dinheiro pra investir / Biblioteca Juan San Martin/Creative Commons

Fintech brasileira Biva aposta em crédito estudantil

Em épocas de crise, o crédito fica mais caro para quem precisa usar no próprio negócio. De outro lado, investidores ficam receosos em investir seu dinheiro em negócios promissores. Pensando neste mercado, a fintech brasileira Biva quer ser o meio de campo de quem tem dinheiro para investir e de[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami