inova.jor

inova.jor

Oracle traz ao Brasil programa de aceleração de startups

Programa de startups da Oracle foi ampliado para sete cidades, incluindo São Paulo / Peter Kaminski/Creative Commons
Programa de startups da Oracle foi ampliado para sete cidades, incluindo São Paulo / Peter Kaminski/Creative Commons

A Oracle resolveu estender ao Brasil o programa Startup Cloud Accelerator, que tem como objetivo impulsionar o desenvolvimento de soluções em nuvem ao redor do mundo.

Além de São Paulo, o programa foi ampliado para Bristol, Deli, Mumbai, Paris, Cingapura e Tel Aviv.

A iniciativa, que teve seu programa-piloto lançado na Índia em abril de 2016, é voltada para startups de tecnologia em fase inicial.

As empresas selecionadas vão receber seis meses de orientação com especialistas técnicos e de negócios, direito de uso de um espaço de coworking e acesso a clientes, parceiros e investidores, além de créditos gratuitos para soluções de nuvem da Oracle.

O cronograma para São Paulo ainda não foi definido, mas as startups já podem deixar registrado interesse.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A multinacional brasileira, fundada por Marco Stefanini, promove seu primeiro hackathon no Rio / Renato Cruz/inova.jor

Stefanini promove hackathon sobre telecomunicações no Rio

A Stefanini vai promover, em 19 de janeiro, seu primeiro hackathon no Rio de Janeiro. As inscrições terminam em 15 de janeiro. Com até cinco integrantes, as equipes terão como objetivo encontrar uma solução criativa e economicamente viável para melhorar a experiência do usuário de telecomunicações. A equipe vencedora receberá[…]

Leia mais »
O mercado de aceleradoras é considerado consolidado e primordial para as startups brasileiras /Steven Zwerink/ Flickr / Creative Commons

Programa mundial de aceleração busca projetos de energia limpa

Startups do setor elétrico têm até terça-feira (28/2) para se inscreverem no Free Electrons Global Accelerator. O programa é uma iniciativa do grupo português EDP e outras sete empresas do setor de energia. Os parceiros do programa atuam em mais de 40 países, representam cerca de US$ 148 bilhões em faturamento e vão permitir o acesso dos[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami