inova.jor

inova.jor

Olimpíada de Tóquio terá medalhas feitas de celulares reciclados

Japão espera reunir oito toneladas de celulares descartados para confeccionar as medalhas / Jonathan Lin/Creative Commons
Japão espera reunir oito toneladas de celulares descartados para confeccionar as medalhas / Jonathan Lin/Creative Commons

Os vencedores da Olimpíada de Tóquio em 2020 vão receber medalhas feitas de metais recuperados de smartphones descartados.

A ideia é atrair a atenção para a forma como a população japonesa lida com resíduos eletrônicos e explicar como é possível evitar o desperdício.

O comitê organizador do evento anunciou nesta semana uma campanha para incentivar as pessoas a reciclar seus smartphones antigos para a confecção de medalhas.

A ideia é usar as pequenas quantidades de metais preciosos que existem nos dispositivos.

O objetivo é reunir oito toneladas de metal de celulares descartados para 5 mil medalhas que serão entregue durante os jogos.

Para atingir o resultado esperado, a organização vai instalar pontos de descarte em mais de 2,4 mil lojas da operadora NTT DoCoMo, parceira do projeto.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Com 30 alunas, curso oferece noções de programação para jovens da Zona Leste de São Paulo / Andressa Silva/Divulgação

ONG oferece curso de programação para mulheres

A organização não governamental Gerando Falcões começou a oferecer o curso Meninas na Programação, em parceria com a CA Technologies, MadCode e Instituto Ariadne. O curso é voltado para mulheres de 16 a 18 anos da Zona Leste de São Paulo. Com 30 alunas matriculadas, teve início neste mês. A[…]

Leia mais »
Os brasileiros compraram mais celulares e menos computadores / Foto: Hernán Piñera/Creative Commons

Brasil perde 13,7 milhões de acessos móveis em 2016

O Brasil perdeu 13,7 milhões de acessos móveis no ano passado, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O número inclui chips de celular, sistemas de comunicação máquina a máquina, placas de internet móvel e máquinas de cartão. O País encerrou 2016 com 244 milhões de acessos, uma queda de 5,3% sobre[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami