inova.jor

inova.jor

O que falta para desligar a TV analógica em São Paulo

Dia 29 de março o sinal de TV analógica deve ser desligado em São Paulo / Ana Nascimento/MDS
Dia 29 de março o sinal de TV analógica deve ser desligado em São Paulo / Ana Nascimento/MDS

São Paulo foi a primeira cidade brasileira a receber o sinal de TV digital, em dezembro de 2007.

Deve ser a segunda grande cidade a ter a TV analógica desligada, em 29 de março. Em novembro do ano passado, houve o desligamento em Brasília.

A TV analógica precisa ser desligada porque suas frequências serão usadas para ampliar a quarta geração da telefonia celular (4G).

Um estudo do Ibope mostrou que 86% dos lares da região metropolitana de São Paulo jã estão preparados para receber a TV digital. Ou seja, se o desligamento acontecesse hoje, 14% das residências passariam a ver tela preta.

As regras para o apagão digital define que 93% dos domicílios precisam receber o sinal digital. Essa marca deve ser alcançada com a na distribuição de kits com conversor e antena para famílias inscritas no Cadastro Único do governo.

No próximo dia 20, o Grupo de Implantação do Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais de TV e RTV (Gired) vai se reunir para reavaliar o prazo final do sinal analógico para a cidade de São Paulo e mais 38 municípios do entorno.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Ana Cláudia Souza é beneficiária do Bolsa Família e recebeu o kit de TV digital / Ana Nascimento/MDS

Por que é difícil desligar a TV analógica

O decreto presidencial que criou a TV digital em 2006 previa que os canais analógicos seriam desligados neste ano. O espectro ocupado por eles será usado para ampliar a telefonia celular de quarta geração (4G). Primeiro, a data final do desligamento foi remarcada para 2018. Depois, a experiência mostrou que esse prazo também não[…]

Leia mais »
O número de linhas com 3G cresceu 120% no último ano / Tony Alter / Creative Commons

Brasil perde 15,1 milhões de linhas móveis em 12 meses

O Brasil perdeu 15,1 milhões de linhas móveis no período de 12 meses encerrado em fevereiro, chegando a 242,9 milhões de linhas, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Dentre os quatro maiores grupos, apenas a Vivo apresentou um crescimento, com 654,2 mil novas linhas. TIM, Claro e Oi registraram quedas de[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *