inova.jor

inova.jor

Maioria dos bancos não se sente capaz de detectar crime cibernético

Para a maioria dos clientes dos bancos, a segurança de dados é essencial / Ning Ham / Creative Commons
Para a maioria dos clientes dos bancos, a segurança de dados é essencial / Ning Ham/Creative Commons

Estudo realizado pela Capgemini, The currency of trust: why banks and insurers must make customer data safer and more secure (A moeda da confiança: por que bancos e seguradoras precisam tornar mais segura a transferência de dados do cliente), aponta que a maioria dos bancos não se sente capaz de detectar violação na segurança de seus sistemas.

Segundo o relatório, apenas um em cada cinco executivos bancários está altamente confiante na capacidade de detectar uma violação.

O índice de confiança dos próprios executivos é preocupante, pois 65% dos consumidores consultados consideram a segurança e a privacidade dos dados como um item extremamente importante na hora de escolher um banco.

O estudo ouviu 7,6 mil consumidores e mais de 180 profissionais de privacidade e segurança de dados de bancos e seguradoras em oito países.

O sistema financeiro brasileiro não foi consultado na pesquisa.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Projeto de lei em tramitação no Senado recebe oposição da Uber, Cabify e 99 / Paulisson Miura/Creative Commons

Uber, Cabify e 99 criam campanha contra projeto de lei

Um projeto de lei que tramita no Senado conseguiu juntar as concorrentes Uber, Cabify e 99 contra a sua aprovação. Os aplicativos de transporte criaram o site Juntos pela Mobilidade para evitar que o PLC 28/2017 seja colocado em regime de urgência amanhã (26/9). O site incentiva as pessoas a[…]

Leia mais »
Reed Hastings, presidente do Netflix, anuncia 'Samantha!', sua segunda série brasileira / Renato Cruz/inova.jor

Quais são os planos da Netflix para o Brasil

O Brasil é um mercado importante para a Netflix. “Não divulgamos números regionais, mas costumo falar para os acionistas que o mercado brasileiro é um foguete”, disse hoje (7/2) Reed Hastings, presidente e cofundador do serviço de vídeo sob demanda, durante apresentação no Hotel Unique, em São Paulo. “Quando vocês[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami