inova.jor

inova.jor

HP aposta em impressora com tanques de tinta para jovens e PMEs

Marcelo Bonassi, gerente de produto da HP Brasil, explica o funcionamento da impressora e tubos de tinta / Mariana Lima / inova.jor
Marcelo Bonassi, da HP Brasil, explica o funcionamento da impressora e tubos de tinta / Mariana Lima / inova.jor

A HP anunciou hoje (6/3) a chegada de sua primeira impressora com tanques de tintas ao Brasil. O equipamento tem como público-alvo jovens adultos, adolescentes e pequenas e médias empresas.

A HP DeskJet GT 5822 mira consumidores que precisam de alto volume de impressão com qualidade e custo mais baixo.

“Percebemos que as novas gerações querem voltar a imprimir. Seja para gravar suas emoções em fotos no mural do quarto ou como ferramenta de trabalho nas suas próprias empresas”, diz Marcelo Bonassi, gerente de produto de impressoras da HP Brasil.

Manuseio

Os repositórios de tintas passaram por transformação. Os potes de 80 mililitros possuem agora uma embalagem desenvolvida especialmente para que não ocorra vazamentos do líquido em nenhuma parte do processo de manuseio.

A estimativa é de que a tinta imprima até 8 mil páginas em cores e 5 mil em preto e branco. A HP recomenda, no entanto, que sejam feitas de 400 a 800 impressões por mês.

A impressora será vendida por R$ 1.099. Cada pote de tinta custará R$ 59,90.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Gustavo Fosse, da Febraban, vê grande potencial de crescimento para o mobile banking / Renato Cruz/inova.jor

Bancos já são principalmente móveis no Brasil

Pela primeira vez, os aplicativos superaram os sites dos bancos e concentraram a maior parte das transações bancárias feitas por brasileiros. Em 2016, o mobile banking respondeu por 21,9 bilhões de transações, o que equivale a 34% do total. O crescimento registrado pelo canal móvel, em números absolutos, foi de[…]

Leia mais »
Motorista do Uber em Bogotá

‘Unicórnios’ são cada vez mais comuns no setor de tecnologia

Startups de tecnologia com capital fechado e valor de mercado maior do que US$ 1 bilhão costumavam ser chamadas de “unicórnios”, por causa de sua raridade. Nos últimos anos, as companhias iniciantes têm adiado cada vez mais sua primeira oferta de ações, o que fez com que o total de “unicórnios”[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami