inova.jor

inova.jor

Amazonas terá serviços públicos disponíveis num único aplicativo

O aplicativo 'Amazonas na Palma da Mão' estará disponível a partir de junho / worldsurfr/Creative Commons
O aplicativo Amazonas na Palma da Mão deve estar disponível a partir de junho / worldsurfr/Creative Commons

Acessar serviços públicos como matrícula escolar, consulta médica e segurança pública nem sempre é fácil no Brasil. Os moradores do Amazonas vão estar entre os primeiros na América Latina a ter uma solução para diversos serviços num único aplicativo.

Fruto de um contrato de R$ 5,1 milhões com a CA Technologies, o Amazonas na Palma da Mão deve estar disponível a partir de junho deste ano.

“O aplicativo vai reunir serviços na área de educação, saúde, arrecadação tributária, trânsito, segurança pública, produção rural, fomento ao empreendedor dentre outros”, explica Márcio Lira, diretor presidente do Processamento de Dados do Amazonas (Prodam).

Na primeira versão, estarão disponíveis serviços de educação e trânsito. O contrato prevê um cronograma de 36 meses para implementação do projeto.

Problemas de conexão

A Região Norte sofre com dificuldades na conexão de internet e com a qualidade da banda larga disponível.

Segundo Lira, para que se tornar viável, o projeto foi criado para utilizar o mínimo possível de internet. O governo busca parcerias com operadoras e fabricantes para evitar consumo do pacotes de dados.

“Todas as informações referentes ao perfil de cada usuário já estarão embarcadas no aplicativo. O uso de internet será necessário para serviços como consulta de pontos da carteira de habilitação”, diz.

Os serviços disponíveis no app vão continuar sendo oferecidos pelas estruturas disponíveis hoje pelo governo.

Expectativa de usuários

Apesar disso, a expectativa da Prodam é que os amazonenses se adaptem ao aplicativo e que diminua a quantidade de serviços prestados em ambientes físicos.

“Para testar a adesão ao conceito de governo na palma da mão, desenvolvemos o aplicativo Matrículas 2017, com todas as funções existentes no portal. Mais de 120 mil matrículas ou rematrículas foram feitas, sendo 70% via dispositivo móvel, e apenas 30% via desktop. Consideramos este resultado uma indicação clara de que o Amazonas na Palma da Mão terá ampla adesão”, conclui.

O aplicativo estará disponível tanto na Apple Store quanto no Google Play.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A Nintendo tentou colocar a realidade virtual no mercado há 20 anos, com o Virtual Boy, mas não deu certo

Quando a realidade virtual era o futuro da tecnologia

O pesquisador Jaron Lanier é conhecido hoje por ser autor de livros como Gadget: você não é um aplicativo e Bem-vindo ao futuro, em que propõe que mudemos a forma como nos relacionamos com a tecnologia. No século passado, no entanto, ele era conhecido como o principal defensor da realidade virtual. Muita gente achava que[…]

Leia mais »
O governo chinês considera a emissão de moedas virtuais uma ameaça à estabilidade da economia / Alexander Mueller/Creative Commons

Por que a China decidiu banir a emissão de moedas digitais

A emissão inicial de moedas digitais tem se tornado uma alternativa atraente para empresas atrás de financiamento. Hoje (4/9), porém, o banco central chinês anunciou a decisão proibir esse tipo de operação no país e de punir ilegalidades nas emissões já concluídas. Além disso, quem levantou dinheiro pela emissão de[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami