inova.jor

inova.jor

Samsung oferece curso de programação para internet das coisas

O curso patrocinado pela Samsung também ensinará robótica aos alunos / Campus Party Brasil / Creative Commons
O curso patrocinado pela Samsung também ensinará robótica / Campus Party Brasil/Creative Commons

A Samsung em parceria com o Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI Tec) um curso de programação para internet das coisas (IoT).

O projeto prevê ensino de programação, eletrônica básica, robótica e desenvolvimento de aplicativos Android. E faz parte do Tech Institute, programa da empresa sul-coreana de formação técnica por meio de bolsas de estudo.

As inscrições acontecem a partir da próxima terça-feira (21/3) pelo site do curso e as aulas terão início em 5 de julho.

Feira de engenharia

Além do curso, a Samsung prevê uma série de atividades durante a Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), promovida pelo LSI, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP).

Durante o evento, um vídeo em 360º explicará o que é IoT e os impactos que a tecnologia terá na vida das pessoas.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Educação: Dispositivos móveis são uma aposta da D2L / Enric Fradera/Creative Commons

‘A educação online é a salvação da América Latina’

A educação a distância substituirá a educação tradicional em alguns anos? É possível ter uma boa formação sem encontrar pessoalmente o professor? Até onde vai o uso da tecnologia para adquirir conhecimento? Essas são apenas algumas das questões que surgem com a aplicação crescente da tecnologia à educação, e o mercado deve receber um forte[…]

Leia mais »
Apesar de pouco usados, vários indicadores de qualidade ainda tratam de telefones públicos / Secom UnB/Creative Commons

Indicadores de qualidade precisam ser revistos

Os atuais indicadores que medem a qualidade dos serviços de telecomunicações, definidos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), podem ser considerados, ao mesmo tempo, excessivos e insuficientes. Excessivos porque geram um alto custo para as operadoras, que precisam manter e reportar mais de uma centena deles. Insuficientes porque não são[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami