inova.jor

inova.jor

Crowd Rio, da Telefônica, procura empreendedores digitais para pré-aceleração

O Crowd Rio é o primeiro crowdworking da Telefónica Open Future no Rio de Janeiro / Divulgação
O Crowd Rio é o primeiro crowdworking da Telefónica Open Future no Rio de Janeiro / Divulgação

Startups com soluções em internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) e tecnologias digitais podem se inscrever para primeira turma de pré-aceleração do Crowd Rio.

O crowdworking é fruto da parceria entre a Telefónica Open Future e o Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O espaço é o quinto crowdworking patrocinado pela controladora da Vivo.

Para o Crowd Rio 10 startups serão selecionadas para um período de pré-aceleração que durará um ano. As inscrições podem ser feitas até o dia 31.

Crowdworking

Atualmente, a Telefônica possui espaços de crowdworking em Minas Gerais, Paraná e São Paulo.

Entre as vantagens das pré-aceleradas pelo Open Future está a chance de receber investimentos do grupo espanhol e ainda fechar negócios com a operadora.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A aceleradora Health Angels seleciona startups do setor de saúde / Alex Prolmos/Creative Commons

Health Angels busca startups do setor de saúde

A Health Angels, aceleradora especializada no setor de saúde, seleciona startups para a formação de joint ventures. Os interessados podem se inscrever até 31 de janeiro. O processo de seleção é composto por até seis etapas, que incluem entrevistas, apresentações e negociações. As startups que se inscreverem antes do prazo[…]

Leia mais »
O Labelectron, da Fundação Certi, combina pesquisa e fabricação de produtos / Renato Cruz/inova.jor

Como a indústria brasileira pode competir com a China

FLORIANÓPOLIS A crise da indústria brasileira começou antes da crise. O faturamento real do setor foi, em maio deste ano, o pior desde fevereiro de 2009. A participação dos produtos manufaturados nas exportações brasileiras, que havia chegado a 61% em 2002, está atualmente em 36%. O Labelectron, fábrica-laboratório da Fundação Certi, tem entre os[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami