inova.jor

inova.jor

Brasil perde 15,1 milhões de linhas móveis em 12 meses

O total de linhas móveis com tecnologia 4G cresceu 120% em 12 meses / Tony Alter/Creative Commons
O total de linhas móveis com tecnologia 4G cresceu 120% em 12 meses / Tony Alter/Creative Commons

O Brasil perdeu 15,1 milhões de linhas móveis no período de 12 meses encerrado em fevereiro, chegando a 242,9 milhões de linhas, segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Dentre os quatro maiores grupos, apenas a Vivo apresentou um crescimento, com 654,2 mil novas linhas. TIM, Claro e Oi registraram quedas de 5,2 milhões, 5,2 milhões e 5,8 milhões, respectivamente.

A operadora virtual Datora ganhou 57,9 mil linhas e a Porto Seguro conquistou 118,3 mil.

Tecnologia

Em 12 meses, a quarta geração das comunicações móveis (4G) avançou 120%, o que corresponde a 36,3 milhões de linhas adicionais.

Os acessos de dados voltados à comunicação máquina a máquina (M2M) também cresceram, com 1,6 milhão de novas linhas.

As demais tecnologias de telefonia móvel tiveram redução, segundo a Anatel.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Projeto do Instituto TIM, AWC estimula universitários a empreender / Divulgação

‘Falta apoio ao empreendedorismo nas universidades’

A cultura do empreendedorismo, tão difundida em países como Estados Unidos, ainda é pouco difundida nas universidades brasileiras, o que limita o interesse dos estudantes. Especialista no assunto, Diogo Dutra é coordenador de conteúdo do programa Academic Working Capital (AWC). O projeto é fruto de uma iniciativa do Instituto TIM,[…]

Leia mais »
Helton Falusi com sua filha Coty, que foi a inspiração para o desenvolvimento do AppNanny / Divulgação

Casal cria aplicativo para contratação de babás

O casal Priscilla Fiorin e Helton Falusi decidiu criar o AppNanny, depois do nascimento de sua primeira filha, Catarina. A Coty (apelido da Catarina) nasceu com atresia esofágica (má formação do esôfago) e teve de receber cuidados especiais durante o primeiro de vida. Depois de várias operações, a Coty teve o[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *