inova.jor

inova.jor

Sua empresa já se transformou hoje?

Agile: A adoção de metodologias ágeis favorece a transformação digital das empresas / Renato Cruz/inova.jor
A adoção de metodologias ágeis favorece a transformação digital das empresas / Renato Cruz/inova.jor

O sonho de todo executivo é ver sua equipe alcançar bons resultados, agir com eficiência, fazer entregas assertivas aos clientes e, assim, aumentar a receita da companhia.

Para essa conta fechar, muitos fatores são necessários, é claro, mas ouso dizer que a tecnologia, mais precisamente softwares incorporados ao negócio, são parte primordial da equação. Ou seja, é preciso se transformar digitalmente.

A transformação digital das companhias passa por uma palavra pequena, porém estratégica: agile. O termo, que pode se referir a uma metodologia ou apenas à tradução da palavra “ágil” para o inglês, tem sido cada vez mais usado nos negócios.

No entanto, poucas empresas o aplicam como deveriam: o agile em escala. Isto é, a implementação de princípios ágeis em todas as esferas de uma organização, o que contribui para potencializar os níveis de produtividade, eficiência e engajamento de funcionários da companhia como um todo.

Pesquisa global realizada recentemente pela CA Technologies, em parceria com a Coleman Parkes, mostra que, após a adoção de metodologias ágeis, 40% dos respondentes notaram que a empresa agiu melhor diante das oportunidades.

Falhas e insucessos

Vale dizer, no entanto, que o processo de inserção digital nas empresas só se realiza quando acompanhado de uma mudança cultural.

Isso porque os diversos setores que compõem uma companhia precisam estar alinhados entre si, vibrando na mesma sintonia.

Além disso, fatores que geralmente são vistos negativamente, como falhas ou insucessos, devem ser percebidos de outra forma.

Reconhecer falhas rapidamente, por exemplo, pode impedir que resultados aquém do esperado ou fracassados cheguem ao cliente final ou se perpetuem.

Falhar, portanto, deve ser entendido como parte do processo de criação de um produto ou serviço e não como algo necessariamente ruim.

Transformação digital

Fora do Brasil, especialmente nos Estados Unidos, vemos muitas empresas que aplicam agile junto a uma mudança de cultura em todas as áreas.

Por aqui, no entanto, isso ainda está começando, pois enfrentamos impasses como empresas com estruturas muito rígidas, compostas de silos, isto é, setores que trabalham sem conexão entre si.

As que iniciarem o processo de transformação digital, adotando agile para além das áreas de tecnologia, garantirão seus assentos na viagem ao futuro.

As companhias que resistirem à mudança fatalmente perderão combustível no meio do caminho. E aí, sua empresa está em qual grupo?

  • Francisco Dal Fabbro é vice-presidente de Agile da CA Technologies para a América Latina

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Leonardo Framil, da Accenture, conversa com o inova.jor

Accenture: ‘Negócios tradicionais estão em risco’

O que aconteceria se a Amazon ou o Uber resolvesse entrar no seu mercado? Em entrevista ao inova.jor, o presidente para o Brasil e América Latina da Accenture, Leonardo Framil, fala sobre como as empresas podem se preparar para as mudanças trazidas pela transformação digital. Comentários comentários

Leia mais »
No Brasil, a maioria das conexões M2M está concentrada em máquinas de cartão / Edilson Rodrigues/Agência Senado

Quando as máquinas conversam entre si

Georgia Jordan Totalizando 11,6 milhões de acessos em abril de 2016, o Brasil é o maior mercado de comunicação máquina a máquina (M2M, na sigla em inglês) da América Latina. No entanto, não é necessariamente o mais avançado comparado a outros países em que o serviço é mais recente. O mercado brasileiro[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami