inova.jor

inova.jor

Robôs industriais enfrentam riscos de segurança

Estudo identificou software obsoleto e inseguro em robôs industriais conectados / Florian Voggeneder/Creative Commons
Estudo identificou software obsoleto e inseguro em robôs industriais conectados / Florian Voggeneder/Creative Commons

Os robôs industriais conectados à internet representam um risco de segurança, segundo relatório da Trend Micro. Eles são parte essencial da chamada Indústria 4.0.

O estudo aponta que, para que as ameaças sejam mitigadas, é necessário melhorar a qualidade do software incorporado nessas máquinas, num esforço conjunto de profissionais de segurança digital, desenvolvedores de sistemas e fornecedores de equipamentos.

O país que tem mais robôs conectados são os Estados Unidos. Até 2018, fábricas do mundo todo devem ter 1,3 milhão de robôs.

Os riscos incluem danos físicos, sabotagem por ransomware (exigência de resgate) e roubo de informações confidenciais da rede da fábrica.

Vulnerabilidades

Segundo a Trend Micro, interfaces como web services e APIs (sigla em inglês de interfaces de programação de aplicação) criam a possibilidade de que criminosos assumam o controle dos robôs remotamente.

A empresa de segurança aponta que muitos sistemas têm como base sistemas operacionais vulneráveis e ultrapassados, como o Linux 2.6 (a versão atual é a 4.11).

Alguns dispositivos permitem até acesso irrestrito por meio de credenciais anônimas.

Um teste prático identificou os seguintes problemas:

  • Componentes de software sem atualizações e ultrapassados;
  • Padrões e práticas ruins de autenticação;
  • Interface de web insegura.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Dario Dal Piaz, do Facebook, fala sobre como as empresas podem usar bots no Messenger / Patricia Barão/inova.jor

Como as tecnologias móveis modificam o varejo físico

Combinar o varejo físico com tecnologias móveis se tornou peça fundamental para ganhar competitividade e enfrentar a concorrência do comércio eletrônico. Durante a 9ª edição do Forum Mobile+, que terminou hoje (5/10) em São Paulo, varejistas e empresas de tecnologia discutiram como o varejo está se movimentando para oferecer uma experiência de[…]

Leia mais »

O que levaria você a trocar de computador?

A maioria dos usuários brasileiros não compra computadores há, pelo menos, quatro anos. Segundo pesquisa da Intel, 30 milhões de computadores usados hoje no País foram comprados entre 2009 e 2012. David Gonzales, presidente da Intel no Brasil, afirmou que a demora pela troca dos aparelhos pode prejudicar o próprio usuário.[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami