inova.jor

inova.jor

Aceleradora da FGV oferece mentoria gratuita para startups

FGV: Liderada pelo professor Gilberto Sarfati, GVentures não cobra taxas nem participação nas startups / Divulgação
Liderada pelo professor Gilberto Sarfati, GVentures não cobra taxas nem participação nas startups / Divulgação

A aceleradora GVentures, da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas, oferece um programa gratuito de mentoria com duração de quatro meses. As inscrições vão até 31 de maio.

Um dos requisitos é que a startup tenha um aluno ou ex-aluno da FGV como sócio. Podem se inscrever empresas de qualquer setor de atuação.

Voltado para startups que ainda não tenham recebido seu primeiro investimento, o programa será realizado no próximo semestre.

Primeiros clientes

Segundo o professor Gilberto Safarti, coordenador da GVentures, o principal objetivo do processo de aceleração é levar a startup a atrair os primeiros clientes e conseguir faturamento.

Criada no ano passado, a GVentures é uma aceleradora universitária de negócios que não cobra participação nas startups ou taxas.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

O coworking possui área de descanso e relaxamento, inspirados nos escritórios do Vale do Silício / Divulgação

Google cria espaço para startups em São Paulo

São Paulo foi a cidade escolhida pelo Google para abrigar o primeiro coworking da empresa na América Latina. Com mais de 7,1 mil inscritos, o espaço abrirá as portas na próxima segunda-feira (13/6), somando-se a outros ambientes patrocinados pela multinacional e voltados exclusivamente para empreendedorismo que existem ao redor do mundo. O[…]

Leia mais »
Motorista do Uber em Bogotá

‘Unicórnios’ são cada vez mais comuns no setor de tecnologia

Startups de tecnologia com capital fechado e valor de mercado maior do que US$ 1 bilhão costumavam ser chamadas de “unicórnios”, por causa de sua raridade. Nos últimos anos, as companhias iniciantes têm adiado cada vez mais sua primeira oferta de ações, o que fez com que o total de “unicórnios”[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami