inova.jor

inova.jor

Educadora carioca é premiada pela Singularity University

Singularity: Tonia Casarin apresentou projeto de qualificação socioemocional para professores / Divulgação
Tonia Casarin apresentou projeto de qualificação socioemocional para professores / Divulgação

A educadora carioca Tonia Casarin foi a vencedora do Singularity University Brazil Global Impact Challenge 2017.  A final da competição aconteceu na quinta-feira passada (4/5) em Curitiba, no campus da Universidade Positivo.

A pesquisadora foi uma das 10 finalistas entre 107 inscritos na competição, que tinha como tema Educação para o Século 21.

O prêmio é a participação no curso Global Solutions Program (GSP), na sede da Singularity University, no centro de pesquisas da Nasa, no Vale do Silício.

Com duração de três meses, o curso custa US$ 30 mil.

Projeto

Com mestrado em educação pela Teachers College da Universidade Columbia, Tonia Casarin apresentou um projeto de qualificação socioemocional para professores, por meio de uma plataforma que pode ser acessada tanto pelo celular quanto pelo computador.

A banca julgadora foi formada por representantes da Singularity University e empreendedores brasileiros.

Criada em 2008 por Peter Diamandis e Ray Kurzweil, a Singularity University já promoveu 94 Global Impact Challenges em 38 países, premiando 121 projetos.

O objetivo das competições é identificar projetos que tenham potencial de impactar positivamente até 1 bilhão de pessoas em 10 anos.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Nasa vai debater com o público descobertas de exoplanetas

A descoberta de exoplanetas, planetas que orbitam estrelas fora do sistema solar, pode ser a esperança da existência de vida além da Terra. Nos últimos anos, o telescópio Kepler detectou mais de 2,3 mil exoplanetas, sendo que 21 deles foram considerados promissores e potencialmente habitáveis. A Nasa quer envolver o público[…]

Leia mais »
Jovens ribeirinhos receberam acesso à internet com projeto de energia solar / Divulgação

Ribeirinhos recebem qualificação em tecnologia e energia fotovoltaica

Trinta e sete jovens do interior do Amazonas participaram de um curso gratuito em tecnologia e energia fotovoltaica realizado pelos institutos Cooperforte e de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, em parceria com a Huawei. O programa Energia Solar para a Inclusão Digital teve início em julho do ano passado e terminou em[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami