inova.jor

inova.jor

Google leva quatro startups brasileiras para o Vale do Silício

O Google já selecionou 24 startups brasileiras para seu programa de aceleração em São Francisco / Divulgação
O Google já selecionou 24 startups brasileiras para seu programa de aceleração em São Francisco / Divulgação

Quatro startups brasileiras foram selecionadas para participar da quarta edição do Launchpad Accelerator.

Com início em 17 de julho, o programa de aceleração de seis meses inclui duas semanas no espaço do Google para startups em São Francisco.

Foram escolhidas 33 empresas da América Latina, Ásia, África e Europa. As brasileiras são:

  • Arquivei: plataforma de armazenamento, organização e consulta de informações de notas fiscais.
  • Contabilizei: plataforma de contabilidade para micro e pequenas empresários dos setores de serviços e comércio.
  • Contratado.ME: é um marketplace voltado para candidatos que buscam um emprego.
  • Guichê Virtual: plataforma independente de venda de passagens de ônibus online.

Mentoria e apoio financeiro

O programa prevê mentoria de engenheiros e gerentes de produto do Google e de executivos de grandes empresas e venture capital do Vale do Silício.

Cada startup recebe US$ 50 mil de apoio sem contrapartida do Google e US$ 100 mil em crédito para a compra de produtos da companhia.

O Launchpad Accelerator já apoiou 24 startups brasileiras, incluindo sua edição atual.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Apresentações das startups serão avaliadas por uma máquina, sem intervenção humana / Divulgação

Brasil sedia Batalha Global de Inteligência Artificial de Startups

A Wayra Brasil, em São Paulo, vai sediar em 21 de junho a 5ª Edição da Batalha de Inteligência Artificial de Startups. Promovida pelo PreSeries, joint venture do Telefônica Open Future e do BigML, a competição será realizada durante o evento PAPIs Connect 2017. As inscrições podem ser feitas até[…]

Leia mais »

IBM: ‘Cibercrime é a máfia do século 21’

O cibercrime é a máfia do século 21, e o Brasil deve ser o país mais afetado por esse tipo de delito nos próximos anos. A informação faz parte de um relatório da IBM sobre segurança cibernética. O Brasil lidera a lista dos países com maior probabilidade de sofrer violação de dados nos[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami