inova.jor

inova.jor

Quais são os planos para a Carol, inteligência artificial da Totvs

Com a plataforma de inteligência artificial Carol, a Totvs também apresentou sua sede nova / Renato Cruz/inova.jor
Com a plataforma de inteligência artificial Carol, a Totvs também apresentou sua sede nova / Renato Cruz/inova.jor

Maria Carolina é o nome da filha de Laércio Cosentino, presidente da Totvs. Carol também é o nome da plataforma de inteligência artificial lançada hoje (13/6) pela empresa.

“A Totvs está no meio de uma jornada de quatro anos de transformação digital”, afirmou Cosentino, na nova sede da empresa. “Queremos transformar nossos mais de 30 mil clientes de usuários de sistemas em gestores de conhecimento.”

A Carol é uma peça central nesse processo. Do ponto de vista da Totvs, uma grande mudança foi a migração do modelo de venda de licenças de software para serviços em nuvem, em que o cliente paga uma assinatura.

Agora, com a inteligência artificial, a Totvs quer transformar os dados que passam pelos seus sistemas, mais informações públicas como indicadores financeiros e redes sociais, em análises e previsões de negócios.

“O mundo corporativo descobriu que os rastros digitais deixados pelas pessoas geram previsibilidade de conhecimento”, explicou o executivo.

Modelo de negócios

A Totvs não divulgou preços de sua plataforma de inteligência artificial. Atualmente, perto de 40 clientes estão em fase de piloto.

Na apresentação, Cosentino e Vicente Goetten, diretor executivo do Totvs Labs, mostraram como planejam oferecê-la. O cliente poderá, por exemplo, contratar a plataforma e adaptá-la às suas necessidades.

Além disso, os produtos da Totvs, como a solução de automação comercial Bemacash, trarão ferramentas de análise e predição cujo motor será a Carol.

Goetten mostrou um exemplo em que o varejista digita morango, para dar entrada no estoque, e o sistema sugere preços médios para a região da fruta em si, de suco de morango, açaí com morango, refresco e torta.

Numa outra aplicação, a Carol analisa, numa universidade, quais são os alunos com maior risco de evasão.

O sistema calcula os motivos de cada aluno (fatores como atraso no pagamento, distância do trabalho e da residência e desempenho escolar) e o potencial de perda financeira para a universidade.

A taxa de evasão chega a 50% em alguns cursos do ensino superior brasileiro.

A Totvs também estuda oferecer a Carol em modalidade gratuita, em troca dos dados das empresas que aderirem ao serviço.

Pesquisa e desenvolvimento

A plataforma usa tecnologia de aprendizado de máquina. Ou seja, quanto mais dados analisar, melhor é o resultado. “O cérebro da Carol é nosso”, afirmou Goetten. “Desenvolvemos algoritmos genéticos e redes neurais.”

Quando alguém conversa com a Carol em linguagem natural, no celular, a tecnologia de conversão de fala para texto é do próprio dispositivo usado pelo cliente.

A Carol levou dois anos de pesquisa, desenvolvimento e testes. A Totvs é a maior empresa de software de gestão empresarial do Brasil.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

IBM: ‘Cibercrime é a máfia do século 21’

O cibercrime é a máfia do século 21, e o Brasil deve ser o país mais afetado por esse tipo de delito nos próximos anos. A informação faz parte de um relatório da IBM sobre segurança cibernética. O Brasil lidera a lista dos países com maior probabilidade de sofrer violação de dados nos[…]

Leia mais »
Profissões que são a porta de entrada do mercado de trabalho serão mais atingidas / Logan Ingalls/Creative Commons

Como a inteligência artificial criará um novo modelo de trabalho

Há uma variedade de pesquisas recentes sobre um tema que apenas começa a emergir nas discussões sobre políticas públicas e emprego: o papel da inteligência artificial no futuro do trabalho. Os cenários desenhados variam muito. Um estudo recente do Gartner indica que, até 2020, mais empregos serão criados pela evolução[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami