inova.jor

inova.jor

Accenture quer 50% de mulheres na força de trabalho até 2025

No ano passado, as mulheres já eram 40% da força de trabalho da Accenture / Divulgação
No ano passado, as mulheres já eram 40% da força de trabalho da Accenture / Divulgação

A Accenture tem como objetivo chegar a 2025 com metade de sua força de trabalho formada por mulheres. Atualmente, a empresa emprega 150 mil mulheres, o que corresponde a quase 40% de sua força de trabalho global.

No ano passado, as mulheres já foram 40% das contratações da consultoria e chegaram a 30% das promoções para o nível de diretoria.

No Brasil, 42% das contratações foram mulheres em 2016.

A companhia tem como meta ter 25% de diretoras até 2020.

Programas de qualificação

Desde a criação do programa global de liderança executiva da Accenture, cerca de 80% das mulheres participantes foram promovidas ou expandiram significantemente suas áreas de responsabilidade.

Entre as medidas tomadas pela empresa, estão o lançamento de iniciativas e programas de qualificação dedicados a mulheres e a colaboração com governos para promover a igualdade de gênero no ambiente de trabalho.

Mundialmente, as mulheres ocupam apenas 24% dos postos de trabalho de empresas de tecnologia.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Peter Thiel sofreu pressão da comunidade do Vale do Silício por apoiar Trump / JD Lasica/Creative Commons

Peter Thiel, o bilionário da tecnologia que apoiou Trump

Há quatro anos, assisti a uma palestra de Peter Thiel, investidor do Vale do Silício e cofundador do PayPal. Durante evento Fortune Brainstorm Tech 2012, em Aspen, ele criticou o custo do ensino superior nos Estados Unidos. Primeiro investidor externo do Facebook, Thiel criou uma bolsa para incentivar jovens empreendedores a abandonarem[…]

Leia mais »
Aplicativo brasileiro quer contar quantidade de vezes que ocorre manterrupting / Nacho / Creative Commons

Aplicativo detecta quantas vezes mulheres são interrompidas por homens

“Direitos iguais começam com igualdade de vozes.” Esse é o mote do aplicativo brasileiro Woman Interrupted, que pretende calcular quantas vezes mulheres são interrompidas por homens durante conversas. A interrupção masculina durante a fala feminina é conhecida como “manterrupting”. O termo é apresentado como um tipo de violência contra a[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami