inova.jor

inova.jor

Maioria das bibliotecas não oferece wi-fi público

Wi-fi: Estudo do Cetic.br apontou falta de recursos para tecnologia na área de cultura / Renato Cruz/inova.jor
Estudo do Cetic.br apontou falta de recursos para tecnologia na área de cultura / Renato Cruz/inova.jor

Somente 32% das bibliotecas brasileiras oferecem wi-fi público.

“Achamos que não é uma questão de não querer oferecer, mas de falta de infraestrutura mesmo”, afirmou ontem (17/1) Luciana Lima, coordenadora da pesquisa TIC Cultura 2016.

A pesquisa foi divulgada pelo Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br).

No ano passado, o Cetic.br entrevistou representantes de 2.389 equipamentos culturais, incluindo arquivos, bens tombados, bibliotecas, cinemas, museus, pontos de cultura e teatros.

A falta de wi-fi público foi um problema verificado nos demais equipamentos culturais.

Os que mais oferecem internet sem fio são pontos de cultura (46%) e teatros (44%). Os que menos oferecem são cinemas (28%) e bens tombados (25%).

Redes sociais

A pesquisa mostrou que redes sociais são mais usadas que sites próprios pelos equipamentos culturais.

Também descobriu que o uso das plataformas online está mais voltado à divulgação de notícias e atividades das instituições do que à difusão de conteúdos culturais.

Os principais obstáculos ao uso de computador e internet nos equipamentos culturais, segundo o estudo, são:

  • poucos recursos financeiros para investir em tecnologia;
  • baixa velocidade da conexão;
  • equipamentos ultrapassados; e
  • número insuficiente de computadores.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A HID Global conversa com governos estaduais para colocar documento no smartphone no Brasil / Nicolas Nova/Creative Commons

E se os seus documentos também fossem para o smartphone?

Andar com a carteira no bolso parece algo cada vez mais raro no futuro. Com o avanço dos serviços de pagamento via celular, o acessório acabaria apenas como um depósito de documentos pessoais. Mas, se depender da HID Global, não servirá nem para isso. A empresa quer implementar em todo o mundo[…]

Leia mais »
Vivien Suruagy, da Contic, destaca a importância da tecnologia da informação e da comunicação para a competitividade do país / inova.jor

Contic: ‘Brasil precisa estar preparado para a revolução digital’

A Confederação Nacional da Tecnologia da Informação e Comunicação (Contic) foi criada em outubro do ano passado, a partir da união da Federação Brasileira de Telecomunicações (Febratel), da Federação Nacional das Empresas de Informática (Fenainfo) e da Federação Nacional de Instalação e Manutenção de Infraestrutura de Redes de Telecomunicações e[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami