inova.jor

inova.jor

BTG Pactual lança o programa de startups BoostLab

Em parceria com a ACE, o programa do BTG Pactual busca startups mais maduras / Divulgação
Em parceria com a ACE, o programa do BTG Pactual busca startups mais maduras / Divulgação

O BTG Pactual lançou hoje (5/2) o programa BoostLab, voltado para startups mais maduras, conhecidas como scale-ups.

Em parceria com a aceleradora ACE, prevê parcerias e projetos-piloto com o banco, fornecedores e outros integrantes de seu ecossistema.

As inscrições terminam em 15 de março.

As statups terão mentoria dos sócios do BTG Pactual e aconselhamento de executivos como Stelleo Tolda (Mercado Livre) e Cláudio Galeazzi, além de acesso à metodologia da ACE.

Big data e inteligência artificial

O programa busca empresas que atuem em três áreas:

  • eficiência operacional (soluções de big data ou inteligência artificial, que otimizem os processos de áreas como crédito, energia e wealth management);
  • relacionamento com o cliente (experiência digital, assertividade com a base de clientes e compliance); e
  • disrupção (oportunidades de negócios para o banco e empresas parceiras em mercados como commodities, crédito e meteorologia).

O BoostLab fica em São Paulo, na WeWork Faria Lima.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Samsung também apoia startups na Coreia do Sul / Renato Cruz/inova.jor

Como a Samsung quer se aproximar de startups brasileiras

Startups brasileiras com soluções em realidade virtual, saúde digital, educação digital, bem-estar, vestíveis, convergência e internet das coisas (IoT, na sigla em inglês) estão na mira da Samsung. A gigante sul-coreana lançou recentemente a segunda rodada do Programa de Promoção da Economia Criativa, que busca startups com soluções inovadoras para[…]

Leia mais »
O mercado de aceleradoras é considerado consolidado e primordial para as startups brasileiras /Steven Zwerink/ Flickr / Creative Commons

Como as aceleradoras selecionam startups

Criar uma startup com amigos, sem levar em conta competências técnicas da equipe, pode decretar o fim de uma boa ideia. Estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP) aponta a estrutura da equipe como principal fator de eliminação de startups em processos de seleção de aceleradoras brasileiras. Realizado entre outubro de 2015 e janeiro deste ano,[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *