inova.jor

inova.jor

Edital de Inovação e Shell têm R$ 2,5 milhões para projetos

Shell e Edital da Inovação vão selecionar até três projetos / Divulgação
Shell e Edital de Inovação vão selecionar até três projetos / Divulgação

A Shell do Brasil e o Edital de Inovação para a Indústria selecionam projetos inovadores do setor de óleo e gás.  Startups, micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais podem se inscrever até 30 de abril.

São R$ 2,5 milhões para serem investidos em projetos de monitoramento, controle e análise de big data das operações em campos de petróleo.

A primeira fase vai escolher 20 projetos, e os empreendedores receberão treinamento do Sebrae para a fase final.

Em 21 de junho, no Rio de Janeiro, os selecionados vão defender presencialmente seu projeto, em inglês, para um banca de especialistas globais da Shell e dos Institutos Senai de Inovação.

Até três projetos tecnológicos vão receber até 830 mil.

Desenvolvimento

Durante 12 meses, as ideias serão desenvolvidas até o estágio de prova de conceito na rede de Institutos Senai de Inovação.

Depois desse prazo, a Shell vai decidir se incluirá os projetos na sua carteira de tecnologia para desenvolvimento futuro.

Edital de Inovação para a Indústria é uma iniciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e do Serviço Social da Indústria (Sesi).

A chamada faz parte do programa Shell Startup Challenge Brasil.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Experiência no mercado rodoviário deve se tornar cada vez mais próxima da que existe no setor aéreo e hoteleiro/ Divulgação/Socicam

Como o mercado rodoviário ingressa no mundo digital

Fazer uma viagem de avião no Brasil não requer muita complicação. Pesquisamos uma série de opções, preços e trajetos nos sites de metabusca, recebemos o bilhete no celular e podemos fazer o check-in automaticamente. Quem procura hospedagem em outra cidade ou precisa de locomoção também tem uma série de opções[…]

Leia mais »
Luis Minoru, diretor de estratégia da TIM, anunciou parceria com o Cubo / Renato Cruz/inova.jor

Quais são os planos da TIM para startups

A TIM quer se aproximar do ecossistema brasileiro de startups. O primeiro passo foi uma parceria com o Cubo Coworking Itaú, anunciada hoje (19/7). Por enquanto, os planos não preveem investimento financeiro. Mas a operadora não descarta pegar participação societária em empresas iniciantes em troca de acesso a ativos como sua base de 67 milhões[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *