inova.jor

inova.jor

Internet das coisas começa a chegar às residências

Internet das coisas: Gustavo Assunção, da Samsung, quer colocar demonstrações de automação residencial no varejo / Renato Cruz/inova.jor
Gustavo Assunção, da Samsung, quer demonstrar internet das coisas residencial no varejo / Renato Cruz/inova.jor

Há 10 anos, fazer automação residencial era muito caro e tecnicamente difícil. Os preços vêm caindo nos últimos anos, mas a complexidade de instalação costuma ser alta.

Fabricantes de eletroeletrônicos buscam resolver esse problema. Um exemplo disso é a QDrive, lava e seca inteligente anunciada ontem (26/7) pela Samsung.

A máquina pode ser programada e controlada pelo celular, tablet ou televisor. A plataforma SmartThings, da fabricante sul-coreana, permite conectar televisor, celular, tablet, lavadora, ar condicionado e geladeira, entre outros equipamentos.

Chamada Family Hub, a geladeira inteligente da Samsung ainda não está disponível no Brasil. A empresa trabalha no desenvolvimento de conteúdo local, para ser acessado da tela na porta do aparelho, antes do lançamento.

“A internet das coisas finalmente está acontecendo”, afirmou Gustavo Assunção, vice-presidente de Eletrônicos de Consumo da Samsung. “Negociamos com varejistas para demonstrar a plataforma nos pontos de venda ainda neste semestre.”

Segundo o IDC, neste ano, o mercado residencial de IoT deve atingir US$ 612 milhões no Brasil. Cerca de 4% das residências possuem algum dispositivo conectado, como câmeras e ar condicionado.

Central de automação

QDrive, da Samsung / Divulgação
QDrive, da Samsung / Divulgação

Para Assunção, o celular deve ser a principal central de controle da casa inteligente, à frente do televisor e do tablet. No smartphone, é possível usar a assistente de voz Bixby para acessar a máquina de lavar.

A assistente ainda não fala português. A versão em idioma local está em desenvolvimento, por enquanto sem previsão de lançamento.

A edição mais recente da pesquisa TIC Domicílios, do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), mostrou que, entre os usuários de internet no Brasil, 22% têm televisores conectados.

Com capacidade de 10,2 quilos, a lava e seca QDrive tem preço sugerido de R$ 5,7 mil.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

O robô Baxter, da Rethink Robotics, é treinado, no lugar de ser programado / Divulgação/Rethink Robotics

O que falta para o Brasil ingressar na era da indústria 4.0

As fábricas brasileiras precisam ingressar na quarta fase da Revolução Industrial, a chamada indústria 4.0, para conseguir disputar de igual para igual o mercado internacional. Essa é a conclusão do evento Sasi 4.0, realizado hoje (30/9) na Universidade de São Paulo (USP), que contou com especialistas de diversos setores em debates sobre a aplicabilidade[…]

Leia mais »
As soluções de computação em nuvem cresceram rapidamente na América Latina / Damien Pollet/Creative Commons

Computação em nuvem acelera processo de transformação digital no Brasil

O aspecto cultural ajudou o Brasil a acelerar a adoção de meios digitais, também conhecida como transformação digital. Matthew Gharegozlou, vice-presidente de vendas nas Américas para a Progress, acredita que o País está em pé de igualdade com os grandes polos internacionais. Isso porque a necessidade de aumentar produtividade e[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami