inova.jor

inova.jor

Cubo Itaú quer receber 200 startups em novo espaço

Nova sede do Cubo Itaú
Nova sede do Cubo Itaú pode receber 1.250 empreendedores / Patricia Barão/inova.jor

 

O Cubo Itaú, centro de empreendedorismo criado pelo Itaú e a Redpoint eVentures, abriu ontem (15/8) as portas da sua nova sede.

Situado no bairro da Vila Olímpia, em São Paulo, o novo prédio tem 14 andares, com 20 mil metros quadrados divididos entre 5 verticais de negócios.

Cada vertical é patrocinada por empresas do setor:

  • educação com Kroton;
  • varejo com BRMalls;
  • saúde com Dasa;
  • fintech com Itaú e Rede; e
  • indústria, ainda sem parceiro definido.

Com 1.250 posições, o espaço possui atualmente 65 startups residentes que, de acordo com Flavio Pripas, diretor do Cubo Itaú, já faturaram cerca de R$ 230 milhões até julho deste ano.

A ideia é chegar a 200 startups residentes.

Esse novo espaço pretende aumentar o potencial de conexão entre startups e grandes empresas com o objetivo de estimular o ecossistema de empreendedorismo.

“A grande empresa procura eficiência operacional, enquanto a startup abraça o risco”, afirmou Pripas durante a inauguração.

Alguns dos negócios presente na sede atualmente são: Hekima, Allya, Beer or Coffee, Antecipa, Looqbox, MasterTech e Lean Survey.

Mentoria

O novo Cubo também deve contar um centro de mentoria em transformação digital para as startups residentes, gerenciado pela CI&T, empresa brasileira que auxilia na implementação de tecnologias e cultura digital para negócios.

Por meio de treinamentos, workshops e orientação individual conduzidos por expecialistas, as startups poderão aprender a metodologia da empresa para tomar melhores decisões de negócio.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Desafios para adotar o conceito de open banking são mais regulatórios que tecnológicos / Luiz Michelini/Divulgação

Por que o banco do futuro é uma plataforma

No ano passado, pela primeira vez na história, os aplicativos foram o principal canal de relacionamento dos bancos com seus clientes. Depois da mobilidade, o próximo passo é que os bancos se transformem em plataformas, conectadas a diversos serviços e dispositivos. Essa é uma tendência que mostrou força durante o[…]

Leia mais »
Dirigentes da Saint-Gobain planejam visitar semanalmente as startups do Cubo / Divulgação

Quais são os planos da Bossa Nova Investimentos

Fundada por Pierre Schurmann e João Kepler, a Bossa Nova já investiu em 16 startups neste ano, sendo oito brasileiras e oito norte-americanas. Sua carteira conta com 112 empresas investidas, avaliadas em mais de R$ 1 bilhão. Até o fim deste ano, o plano é chega a 200 startups investidas. A[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami