inova.jor

inova.jor

NEC comemora 50 anos de Brasil com exposição interativa

Exposição representa marcos da história da NEC / Renato Cruz/inova.jor
Exposição representa marcos da história da NEC / Renato Cruz/inova.jor

Começa amanhã (27/11) e termina no domingo a exposição NEC Continuum, na Japan House, em São Paulo. 

As atrações interativas apresentam marcos dos 119 anos de existência da companhia japonesa e de seu cinquentenário no Brasil.

“Também comemoramos 50 anos no México e em Taiwan”, disse Masazumi Takata, presidente e CEO da NEC para a América Latina. “Foram as três primeiras operações da empresa fora do Japão.”

A companhia chegou ao Brasil em 1968, para fornecer rádios micro-ondas para a rede de longa distância da recém-criada Embratel.

Parceria

No mês passado, a empresa fechou uma parceria para se tornar mantenedora e fornecer soluções tecnológicas para a Japan House.

Entre as soluções a serem adotadas pela casa estão o sistema de reconhecimento facial NeoFace e um equipamento multimídia interativo para fornecer informações sobre as exposições.

A NEC anunciou hoje Yasushi Tanabe como novo presidente da operação brasileira.

Criada pelo governo japonês, a Japan House está localizada na Avenida Paulista, 52, na capital paulista.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Serviços como Netflix tem reduzido a demanda por TV paga / Divulgação/Netflix

Como o vídeo por streaming afeta a TV paga

No ano passado, o Brasil perdeu assinantes de TV paga pela primeira vez. Foram cerca de 500 mil pessoas que desligaram seus serviços de cabo ou satélite. Parte disso foi resultado da crise. Outra parte foi uma tendência que já acontece há algum tempo fora do Brasil, chamada “cord cutting”.[…]

Leia mais »
Mark Zuckerberg teve de explicar o escândalo da Cambridge Analytica em Washington / Lorie Shaull/Creative Commons

O que a Universidade de Cambridge diz sobre o Facebook

Mark Zuckerberg, presidente do Facebook, falou bastante na semana passada. Foram 10 horas de depoimento ao Congresso norte-americano. Ele teve de responder questões fáceis e difíceis. Perguntaram como a rede social ganha dinheiro (publicidade). E perguntaram se o Facebook é um monopólio (ele disse que não). Ao Senado, ele disse:[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *