inova.jor

inova.jor

Mercado de games avança no Brasil

Eventos de games garantem público de milhões de pessoas no Brasil. Foto: Divulgação/ Brasil Game Show
Público brasileiro de games soma 33,6 milhões / Divulgação/Brasil Game Show

O mercado de games está mundialmente em ascensão e deve gerar US$ 99,6 bilhões até o fim do ano. O valor é 8,5% maior que o mesmo período no ano passado. A estimativa, realizada pela Newzoo, consultoria referência em pesquisas da indústria de games, também prevê movimento positivo no Brasil.

No ano passado, a consultoria classificou o País como o 11.º na lista de países com maior mercado de games do mundo. Segundo a pesquisa, dos 33,6 milhões de usuários brasileiros, 56% investem dinheiro em jogos.

Mirando o mercado em crescimento, empresas estrangeiras e nacionais prometem megaeventos voltados exclusivamente para o público geek e gamer brasileiro.

A Brasil Game Show é considerada um dos principais eventos do setor no País. Em 2015, 300 mil pessoas participaram dos quatro dias de eventos em São Paulo. A edição deste ano acontecerá em setembro e possui ingressos que variam de R$ 75 a R$ 399.

Expectativa

O ano de crise não desanima a perspectiva do mercado nacional. A Geek & Game Rio Festival, por exemplo, acontecerá apenas em 2017, mas é vista como promissora pelos organizadores.

Alexandre Marinho (Supernova) e Vânia Tavares (Fagga|GL events), organizadores da Geek & Game Rio Festival.
Alexandre Marinho (Supernova) e Vânia Tavares (Fagga|GL events) / Mariana Lima/inova.jor

Alexandre Marinho, uma das cabeças do evento e presidente da Supernova – empresa especializada em e-sports, garante que o mercado não será impactado pela atual situação econômica do País.

“O mercado é ímpar e não está acompanhando a crise. Pelo contrário, temos rebatido a crise. As empresas têm percebido essa vantagem e continuam investindo. Além disso, o nosso público procura manter os investimentos em entretenimento. Com certeza, eles vão querer conferir eventos desse porte e não será a crise que vai limitá-los”, disse o executivo.

Com expectativa de público em 70 mil em três dias de evento, o festival carioca contará com áreas para editoras especializadas em geek, especialistas em histórias em quadrinhos, espaço para amantes de filmes e séries de TV, área para o público infantil, além da Arena Gamer com prêmio de R$ 200 mil para o vencedor.

 

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Para Rudy De Waele, disrupção costuma criar valor para poucos / Divulgação

‘A disrupção tem impacto negativo na sociedade’

No desenho Wall-E, da Pixar, seres humanos obesos servidos por robôs já não conseguem resolver problemas simples sozinhos. Tudo está disponível ao clique de um botão. Ao mesmo tempo, os recursos naturais da Terra foram consumidos a ponto de o ambiente não ser mais favorável à vida. Na semana passada,[…]

Leia mais »
Evento quer reunir produtores, distribuidores e investidores do mercado audiovisual / Divulgação

Minas promove rodadas de negócio de audiovisual

Terminam na segunda-feira (10/7) as inscrições para as rodadas de negócio da Minas Gerais Audiovisual Expo (MAX). O evento será realizado de 22 a 26 de agosto em Belo Horizonte, pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-MG) e[…]

Leia mais »

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami