inova.jor

inova.jor

Aos 150 anos, Voith aposta na transformação digital

A Voith criou um mercado digital de papel reciclado nos Estados Unidos / Divulgação
A Voith criou um mercado digital de papel reciclado nos Estados Unidos / Divulgação

Fundada em 1867, a Voith fortalece sua presença no mundo digital. O grupo alemão fornece máquinas para setores como energia, petróleo e gás, papel, extração de matérias-primas e transporte e automotivo.

Recentemente, criou a divisão Digital Solutions, que reúne suas operações de tecnologia da informação, automação, software e sensoriamento.

Diante de tendências como internet das coisas e big data, o desenvolvimento de software torna-se cada vez mais importante, mesmo para fabricantes de máquinas.

A Voith planeja investir € 100 milhões de euros nos próximos dois anos em produtos digitais.

Mercado digital

Roland Münch, da Voith / Divulgação
Roland Münch, da Voith / Divulgação

No mês passado, Roland Münch, presidente do conselho de administração da nova divisão, visitou o Brasil e conversou com o inova.jor sobre a aposta da Voith na transformação digital.

“A aplicação do conhecimento que temos da indústria a modelos de negócios adequados na área de ciberfísica gera enorme potencial de crescimento”, afirmou o executivo. “Essa é nossa abordagem na Voith Digital Solutions.”

Um resultado da nova divisão é a plataforma merQbiz, primeiro mercado digital de papel reciclado dos Estados Unidos, criado em parceria com a Boston Consulting Group (BCG) Digital Ventures.

A Voith tem oferecido soluções de indústria 4.0, que combinam a automação com tecnologias como computação em nuvem, análise de dados, aprendizado de máquina e internet das coisas, inclusive no Brasil.

O conceito Papermaking Next Level busca criar processos industriais mais inteligentes, rentáveis e sustentáveis em toda a cadeia do papel.

Monitoramento acústico

Outro exemplo é o sistema de monitoramento HyGuard Acoustic, que identifica possíveis falhas em máquinas a partir do som que elas fazem.

O projeto está sendo realizado em parceria com um operador global de usinas hidrelétricas.

A Voith é uma das maiores empresas familiares da Europa, com 19 mil colaboradores, faturamento de € 4,3 bilhões e presença em mais de 60 países.

A companhia está presente no Brasil desde 1964. São Paulo foi a primeira cidade a receber uma operação do grupo fora da Europa.

Publicações relacionadas

Elisabeth Reynolds, do MIT, afirma que política industrial brasileira atrapalha política de inovação / Renato Cruz/inova.jor

Quais são os principais obstáculos à inovação no Brasil

Apesar das políticas de incentivo à inovação, o Brasil não vai muito bem nessa área. Um estudo do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), patrocinado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), apontou obstáculos às atividades inovadoras no país, e fez seis recomendações: garantir que as[…]

Leia mais »

Hype da blockchain está acabando e isso é muito bom

Quando em meados de agosto a consultoria Gartner publicar seu esperado estudo anual sobre tecnologias emergentes – o famoso hype cycle – não será surpresa se a tecnologia de blockchain aparecer em baixa. Próxima do temido vale da desilusão. Para quem não conhece esse conceito, explico. A sacada do Gartner[…]

Leia mais »