inova.jor

inova.jor

BMG UpTech seleciona startups para aceleração

O BMG UpTech procura startups com soluções de otimização de parques eólicos / Rodrigo Prado/Creative Commons
O BMG UpTech procura startups com soluções de otimização de parques eólicos / Rodrigo Prado/Creative Commons

O BMG UpTech lançou a primeira edição de seu programa de aceleração, em parceria com a ACE. As startups selecionadas vão receber aporte de até R$ 150 mil, coworking e assessoria gratuitos, por um período de até 10 meses.

Além disso, terão oportunidade de receber investimento e desenvolver pilotos com o Grupo BMG.

As inscrições podem ser feitas até 18 de agosto.

O programa busca empresas que atuem nas seguintes áreas:

  • Logística e distribuição energética: soluções para administração de ativos de energia, como torres de transmissão, centrais integradoras e serviços de campo;
  • Energia limpa: soluções de otimização de parques eólicos;
  • Agricultura: produtos e serviços que busquem a integração da cadeia agrícola;
  • Fintechs: soluções inovadoras para o mercado financeiro, como meios de pagamento, blockchain, peer-to-peer, microcrédito, plataformas tecnológicas de integração etc.

Investimentos

O BMG UpTech foi criado há um ano, e fez investimento direto em cinco startups: Aduana Web, Capta Money, Next Agro, Quartilho e Simplifica Frete.

Além do Banco BMG, o grupo tem empresas agropecuárias, de câmaras frigoríficas portuárias, geração de energia limpa, infraestrutura para linhas de transmissão de energia, negócios imobiliários e tratamento de resíduos urbanos, industriais e hospitalares.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

A Ustore desenvolve tecnologia de nuvem no Porto Digital, no Recife / Divulgação

Criada no Recife, Ustore traça planos de expansão internacional

Nelson Campelo construiu uma carreira de sucesso em multinacionais de tecnologia da informação, tendo ocupado a presidência da subsidiária brasileira da Avaya. Há sete semestres, comanda a Ustore, uma startup de soluções de computação em nuvem criada no Recife. Além de liderar a operação, Campelo se tornou investidor da empresa. “Depois[…]

Leia mais »
Programa de startups busca soluções de internet das coisas para o agronegócio / Shell

Vivo, Raízen e Ericsson buscam soluções para o agronegócio

  A Vivo, Raízen e Ericsson buscam startups com soluções de internet das coisas voltadas ao agronegócio, no programa Agro IoT Lab 2018. Os interessados podem se inscrever até 14 de outubro no site do Pulse, hub de inovação da Raízen. Serão selecionados dez projetos que aumentem a produtividade, reduzam[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *