inova.jor

inova.jor

Everis recebe inscrições para hackathon de saúde

Empreendedores podem participar de hackathon no evento Healthcare Innovation Show / Andrew Eland/Creative Commons
Empreendedores podem participar de hackathon no evento Healthcare Innovation Show / Andrew Eland/Creative Commons

Termina em 25 de setembro o prazo das inscrições para empreendedores que queiram participar do hackathon hack4health.

A maratona de inovação em saúde é organizada pela consultoria Everis, do Grupo NTT Data, em parceria com a Live Healthcare.

O hackathon será realizado durante o Healthcare Innovation Show (HIS), nos dias 25 e 26 de outubro, em São Paulo.

Propostas de negócios

A maratona tem quatro temas principais:

  • engajamento dos pacientes no tratamento de doenças crônicas;
  • fomento ao bem-estar e à prevenção de doenças crônicas;
  • serviços inovadores que podem ser fornecidos por hospitais e suas redes de atendimento; e
  • outras tecnologias relacionadas à saúde (big data, análise de dados, internet das coisas, realidade virtual, inteligência artificial etc.).

Os interessados podem se inscrever individualmente ou em grupo, apresentando propostas de negócios, produtos ou serviços no formato web ou aplicativo móvel.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Rede elétrica inteligente reduz consumo de energia

Há quase duas décadas, o Brasil viveu uma era de apagões. Atualmente, com a crise econômica, o País trabalha com excedente de energia até 2020. A rede elétrica inteligente (smart grid) pode garantir um consumo eficiente de energia, para que o País não enfrente problemas com a retomada da economia.[…]

Leia mais »
Showroom da Oi em São Paulo tem demonstrações de internet das coisas e big data / Renato Cruz/inova.jor

Como o big data das telecomunicações pode ajudar as cidades

A análise das informações recolhidas pelas operadoras de telefonia móvel, como as mudanças na localização dos clientes durante o dia, abre uma grande possibilidade de melhora da vida nas cidades. Problemas de áreas como mobilidade urbana, educação, trabalho, turismo e segurança podem ser mais bem entendidos a partir do tratamento[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *