inova.jor

inova.jor

Nexa busca startups com projetos de mineração e metalurgia

Primeira edição do programa de startups da Nexa foi limitado ao Brasil / Divulgação
Primeira edição do programa de startups da Nexa foi limitada ao Brasil / Divulgação

A Nexa, ex-Votorantim Metais, abriu inscrições para o Mining Lab 2, segunda edição de seu programa de startups. Os interessados podem se inscrever até 18 de março.

A empresa busca projetos que possam ser aplicados à mineração e à metalurgia, nas seguintes áreas:

  • automação;
  • internet das coisas;
  • logística;
  • economia circular; e
  • concentração mineral.

O objetivo da companhia é aplicar essas soluções em seus processos industriais.

Fases do programa

Em parceria com a aceleradora Techmall, o Mining Lab 2 receberá investimento de US$ 2,4 milhões, sem exigência de contrapartida societária das startups.

A primeira fase do programa vai selecionar 36 startups, que passarão por um processo de imersão online.

Dessas, 24 serão escolhidas para capacitação presencial, em que vão desenvolver um business case a partir de suas soluções.

Depois disso, uma banca de profissionais da Nexa vai selecionar 12 propostas. Os finalistas vão receber:

  • investimento financeiro,
  • mentoria semanal por um ano,
  • qualificação em gestão financeira, jurídica e marketing, e
  • acesso às instalações e às informações técnicas da Nexa.

Podem participar startups do Brasil, Estados Unidos, Canadá, Peru e Chile.

A primeira edição do programa foi limitada a startups brasileiras.

Em outubro de 2017, a Nexa abriu capital nas bolsas de Nova York (EUA) e de Toronto (Canadá).

Publicações relacionadas

BCG Gamma busca soluções para a educação pública / Divulgação

BCG promove competição de análise avançada de dados

O BCG Gamma promove um desafio de análise de dados e inteligência artificial. Os interessados podem se inscrever no site do evento até 30 de setembro. Voltada a universitários e jovens profissionais, BCG Gamma Challenge é uma parceria da unidade do Boston Consulting Group com a Fundação Lemann e a QEdu.[…]

Leia mais »

Por que sua cidade precisa de um sistema operacional

PORTO ALEGRE Imagine um sistema operacional como Windows, Linux, Android ou iOS implementado na sua cidade, transformando-a num ambiente de serviços públicos totalmente conectados. Esse modelo aparentemente futurista é o que a PUCRS pretende criar nos próximos anos em Porto Alegre. O conceito de sistema operacional de cidade já está sendo implementado[…]

Leia mais »