inova.jor

inova.jor

Zen Finance tem R$ 1 bi em crédito para participantes de marketplaces

Marcelo Nomoto e Jorge Vargas Neto são fundadores da Zen / Divulgação
Marcelo Nomoto e Jorge Vargas Neto são fundadores da fintech / Divulgação

 

A Zen tem R$ 1 bilhão para oferecer em crédito para participantes de marketplaces, num serviço chamado Zen Finance. Segundo a empresa, trata-se do maior montante já disponibilizado a uma fintech no Brasil. 

Os recursos são resultado de uma parceria com investidores institucionais. A Zen foi criada por Jorge Vargas Neto, que também fundou a Biva, fintech vendida para o PagSeguro.

O Zen Finance funciona no modelo white label. Ou seja, a marca que aparece para o tomador de crédito é do marketplace parceiro. A empresa já tem acordos com a Dafiti e a Mobly.

Análise de crédito

A fintech usa as informações do relacionamento do vendedor com o marketplace para fazer a análise de crédito, além de dados como comportamento nas redes sociais. 

Segundo a companhia, suas taxas são cerca de 40% inferiores do que as oferecidas por instituições tradicionais. O prazo do empréstimo é de 12 meses.

Além de Vargas Neto, a fintech foi criada por Marcelo Nomoto, que foi diretor de tecnologia da Biva e desenvolvedor sênior do Nubank, Itaú e Xerpa. 

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Edição de São Paulo do Afrolab tem turma de empreendedores de gastronomia / Divulgação

Afrolab oferece capacitação para empreendedores negros

  Termina na quarta-feira (22/8) a edição de São Paulo do Afrolab, que oferece capacitação a empreendedores negros. Promovido pela Feira Preta, o evento conta com metodologia desenvolvida em parceria com o British Council e a Convetry University, do Reino Unido. A edição deste ano tem uma turma exclusiva de[…]

Leia mais »
Startups selecionadas podem passar por processo de aceleração com acompanhamento da ACE / Divulgação

Enel busca startups para parcerias e investimento

A Enel, empresa italiana de energia, busca startups para investimento ou parcerias comerciais estratégicas. Seu programa Energy Start está com as inscrições abertas até 30 de setembro. As startups interessadas precisam ter projetos nos seguintes setores: digitalização (internet das coisas), energias renováveis e armazenamento, desenvolvimento social, eficiência energética, fintech, cidades[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami