inova.jor

inova.jor

Afrolab busca recursos para capacitar empreendedoras negras

Afrolab quer capacitar empreendedoras negras em quatro capitais do país / Divulgação
Afrolab quer capacitar empreendedoras negras em quatro capitais do país / Divulgação

O Afrolab para Elas busca financiamento para oferecer capacitação técnica a empreendedoras negras.

Quem tiver interesse em apoiar pode visitar a página do projeto na plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria.

O prazo do financiamento coletivo termina em 30 de outubro. As doações podem ser feitas por empresas ou pessoas físicas.

 A meta é arrecadar de R$ 76 mil a R$ 127 mil.

Criado pela Feira Preta, o Afrolab foi selecionado, em junho, no edital Negras Potências.

Financiamento coletivo

Para cada R$ 1 doado, o Movimento Coletivo, plataforma de investimento social da Coca-Cola, contribuirá com mais R$ 2, triplicando o valor arrecadado.

É possível doar de R$ 10 a R$ 10 mil.

Os apoiadores receberão recompensas como consultorias, palestras, participação em vivências, pôsteres, camisetas e copos.

O afroempreendedorismo movimenta mais de R$ 200 bilhões por ano no Brasil.

Apesar disso, o empreendedor negro receber 40% menos que o branco pelo seu trabalho.

As metas do financiamento coletivo são:

  • R$ 76.923,00 – levar a metodologia do Afrolab para Vitória e Brasília;
  • R$ 101.923,00 – levar a metodologia do Afrolab para Vitória, Brasília e Belém; e
  • R$ 126.923,00 – levar a metodologia do Afrolab para Vitória, Brasília, Belém e Porto Alegre.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Blade Runner 2049 amplia questões colocadas pelo clássico de 1982 / Reprodução

Blade Runner 2049 questiona limites da vida artificial

No conto “Upon the Dull Earth” (“Sobre a Terra Desolada”, numa tradução livre), Philip K. Dick conta a história de Silvia, que, usando sangue de cordeiro, consegue invocar anjos, seres gigantes de outra dimensão, de asas brancas. Um dia, Silvia se fere acidentalmente, atrai esses anjos e tem seu corpo[…]

Leia mais »
YouTube Red estreia nos EUA

Você pagaria para não ver anúncios no YouTube?

Estreou ontem, nos Estados Unidos, o YouTube Red, a versão paga do YouTube que não tem anúncios durante a exibição dos vídeos. A assinatura custa US$ 9,99 para Android e desktop, e US$ 12,99 para iOS. A empresa ainda não tem datas de expansão da versão paga para outros países.[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *