inova.jor

inova.jor

Qual é o impacto da análise de dados na inovação

Sessenta por cento apontam impacto positivo da análise de dados / Renato Cruz/inova.jor
Sessenta por cento apontam impacto positivo da análise de dados / Renato Cruz/inova.jor

A análise de dados podem tornar as empresas mais inovadoras, segundo pesquisa recente do SAS.

Numa primeira fase, foram entrevistados representantes de 132 empresas da Europa, Oriente Médio e África. Em seguida, houve uma consulta global com 477 participantes.

Segundo 27% dos pesquisados, o uso de analytics serviu de base para o lançamento de novos modelos de negócio.

Qual é impacto do uso de analytics / SAS

Sessenta por cento dos pesquisados responderam que a análise de dados ajuda a sua empresa a ser mais inovadora.

Qual é o impacto do uso de analytics na inovação / SAS

Insights

O estudo mostrou que 72% consideram obter insights relevantes a partir dos dados.

No entanto, ainda existe muito a avançar nessa área.

Somente quatro em cada dez empresas apontaram o uso de analytics como fundamental para sua estratégia de negócios.

E um terço dos entrevistados afirmou usar esse tipo de ferramenta apenas em alguns projetos.

A análise de dados é essencial para a adoção de tecnologias como internet das coisas e inteligência artificial.

Publicações relacionadas

Espaços: Nicolas Magnon, da Autodesk, escreve sobre a reabertura / Divulgação

Tecnologia ajuda a repensar espaços públicos e privados

Em todo o mundo, governantes tem anunciado medidas para acabar com as contenções geradas pela pandemia e caminhar no sentido da reabertura – embora algumas nações estejam mais avançadas do que outras em relação a isso, estão todas discutindo o assunto de alguma forma. Tanto no local de trabalho, quanto[…]

Leia mais »
Trabalhadores brasileiros admitem conhecer pouco a respeito de inteligência artificial / Jean Zar/Creative Commons

Qual deve ser o impacto da inteligência artificial no trabalho

A inteligência artificial é vista como a tecnologia emergente com maior potencial de transformar o ambiente de trabalho nos próximos cinco anos, segundo o estudo The new digital divide, da Unisys. A pesquisa ouviu 12 mil pessoas em 12 países, incluindo o Brasil. Os pesquisados têm 18 a 64 anos e[…]

Leia mais »