inova.jor

inova.jor

Finep seleciona startups para investimento

Edital da Finep inclui startups com soluções para cidades inteligentes / Renato Cruz/inova.jor
Edital da Finep inclui startups com soluções para cidades inteligentes / Renato Cruz/inova.jor

A Finep está com inscrições abertas para a segunda rodada do edital de 2018 do programa Finep Startup.

Os interessados podem se inscrever até o dia 28 de fevereiro no site do edital.

A financiadora planeja selecionar 30 empresas que já tenham produto mínimo viável (MVP, na sigla em inglês), prova de conceito ou que já tenham realizado as primeiras vendas.

Cada empresa receberá investimento de até R$ 1 milhão, com a possibilidade de receber mais um aporte de R$ 1 milhão, dependendo da evolução do plano de negócios.

A seleção terá três etapas:

  • avaliação de plano de negócios;
  • banca avaliadora presencial; e
  • visita técnica e avaliação de documentação jurídica.

O resultado final será divulgado em julho.

Áreas de atuação

As startups precisam atuar nas seguintes áreas:

  • agritech,
  • cidades Inteligentes e sustentáveis,
  • construtech,
  • economia circular,
  • defesa,
  • economia criativa – jogos eletrônicos,
  • educação,
  • energia,
  • fintech/insurtech,
  • healthtech,
  • mineração,
  • óleo & gás,
  • química,
  • materiais biobaseados,
  • biotecnologia,
  • blockchain,
  • inteligência artificial,
  • internet das coisas,
  • manufatura avançada,
  • microeletrônica,
  • nanotecnologia, e
  • realidade aumentada, realidade virtual e realidade mista.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

L’Oréal e Sebrae lançam desafio para startups

A L’Oréal, em parceria com o Sebrae, está com inscrições abertas para o desafio Fórmula L’Oréal. Nele, startups poderão apresentar soluções inovadoras na área de matérias-primas e concorrer a investimentos de até R$ 150 mil. Assim, o programa proporcionará aos pequenos negócios a oportunidade de engajamento nas novas tendências tecnológicas[…]

Leia mais »
Amos Genish, da Vivo, diz que empresas precisam ser mais inovadoras

‘Brasil precisa criar centros tecnológicos’, diz presidente da Vivo

“O Brasil precisa criar centros tecnológicos aqui”, afirmou ontem Amos Genish, presidente da Vivo, durante a inauguração da nova sede da Wayra, aceleradora de startups do grupo espanhol. “Para saírem da crise, as empresas brasileiras precisam inovar mais, para se tornarem mais competitivas.” Segundo Genish, não falta competência aos profissionais[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *