inova.jor

inova.jor

Cai a taxa de novos empreendedores no Brasil

Empreendedores: Taxa de empreendedorismo é a segunda maior da história / Sebrae-SP
Taxa de empreendedorismo é a segunda maior da história / Sebrae-SP

No ano passado, havia 52 milhões de empreendedores no país, o que equivale a dois a cada cinco brasileiros com idade de 18 a 64 anos, segundo a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor, divulgada pelo Sebrae.

A taxa chegou a 38%, sendo a segunda melhor desde 2002, quando o índice começou a ser medido.

Apesar disso, o total de empreendedores iniciais (cujas empresas os remuneram por um período inferior a 42 meses) caiu de 20,3% em 2017 para 17,9%.

Já os empreendedores estabelecidos (remunerados por suas empresas por um período superior a 42 meses) passaram de 16,5% para 20,2% da população.

Empreendedores segundo o estágio do empreendimento / Fonte: GEM Brasil 2018

Segundo o relatório, a redução no empreendedorismo inicial, verificada a partir de 2016, pode refletir maior esperança de desempregados de recolocação no mercado de trabalho.

“Contudo, é fundamental que a taxa de empreendedores nascentes continue sendo foco de atenção nos próximos anos, pois novas reduções podem sinalizar uma percepção social de que a decisão de empreender no Brasil não seja uma decisão acertada ou recomendada”, destacou o estudo.

Oportunidade

Uma boa notícia é que a taxa de empreendedorismo por oportunidade cresceu entre empreendedores iniciais, chegando a 61,8% no ano passado.

“Esse percentual encontra-se distante ainda do patamar alcançado em 2012 e 2013 (71%), porém apresenta-se com 5 pontos percentuais superior ao verificado em 2015, auge da crise econômica pela qual vem passando a sociedade brasileira”, apontou o relatório.

Empreendedores por oportunidade e por necessidade / Fonte: GEM Brasil 2018

O empreendedorismo de oportunidade tem como principal motivo a identificação de oportunidade de negócio no ambiente de atuação. O de necessidade, por outro lado, justifica-se pela falta de oportunidades para criação de renda e ocupação.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

O Senado aprovou o projeto de lei de proteção de dados, que ainda depende de sanção presidencial / Jefferson Rudy/Agência Senado

O que diz o projeto de lei de proteção de dados pessoais

O Senado aprovou hoje (10/7) o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 53, que trata da proteção de dados pessoais. O texto havia sido aprovado pelos deputados em maio e segue para a sanção presidencial. Em maio deste ano, entrou em vigor o Regulamento Europeu de Proteção de Dados Pessoais (GDPR,[…]

Leia mais »

Por que o empreendedor precisa tomar cuidado com as contas

No começo do ano passado, a americana Intuit comprou a startup brasileira ZeroPaper, que desenvolveu um sistema para pequenas empresas controlarem suas contas. André Macedo, cofundador da ZeroPaper, está hoje à frente da operação brasileira da Intuit, que manteve o software da startup no mercado e lançou no Brasil, nesta semana,[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *