inova.jor

inova.jor

Facebook busca startups de impacto social para aceleração

Foto de um espaço da Estação Hack, área do Facebook para inovação.
Facebook vai receber startups no Espaço Hack / Divulgação

O Facebook abriu inscrições para a quarta turma, de até 10 startups, de seu programa de aceleração na Estação Hack.

Realizado em parceria com a Artemisia, o programa busca apoiar negócios inovadores que promovam transformações positivas na sociedade.

As inscrições devem ser feitas pelo site da Artemisia até 3 de junho.

Os selecionados terão benefícios para serem impulsionados para que possam ampliar o impacto social ou ambiental de suas soluções.

Anteriormente, startups aceleradas já alcançaram mais de 2 milhões de pessoas com suas soluções e captaram mais de R$ 24 milhões em investimento.

Exigências

O principal requisito para empreendedores participarem é que tenham criado startups inovadoras com potencial de melhorar a vida das pessoas e das cidades onde vivem, com soluções voltadas para:

1) Talentos e profissionais do futuro

  • Desenvolvimento de competências do século XXI;
  • Ensino de programação, robótica e cultura maker;
  • Empregabilidade;
  • Capacitação de empreendedores;
  • Acessibilidade digital;
  • Incentivo à criatividade e à cultura;
  • Ética e tecnologia;
  • Saúde e bem-estar.

2) Cidades inclusivas e sustentáveis

  • Govtechs que apoiem o poder público a ser mais eficiente, inteligente e acessível;
  • Água, energia e meio ambiente;
  • Moradias salubres, dignas e sustentáveis;
  • Mobilidade urbana;
  • Inclusão e acessibilidade para minorias e pessoas vulneráveis;
  • Ética e cidadania.

Também é importante ter, ao menos, protótipo ou produto em fase de testes no mercado.

Publicações relacionadas

Índice de confiança em tecnologia e instituições financeiras deve alavancar mercado de fintechs / Jason Howie / Flickr / Creative Commons

Confiança do brasileiro beneficia fintechs

As fintechs, empresas de tecnologia que oferecem serviços financeiros, devem crescer exponencialmente no Brasil nos próximos anos. O cenário positivo é baseado no aumento da confiança no setor de tecnologia e nas instituições financeiras brasileiras. As conclusões fazem parte do Trust Barometer, estudo realizado anualmente pela Edelman em 18 países. Segundo[…]

Leia mais »
Projeto do Instituto TIM, AWC estimula universitários a empreender / Divulgação

‘Falta apoio ao empreendedorismo nas universidades’

A cultura do empreendedorismo, tão difundida em países como Estados Unidos, ainda é pouco difundida nas universidades brasileiras, o que limita o interesse dos estudantes. Especialista no assunto, Diogo Dutra é coordenador de conteúdo do programa Academic Working Capital (AWC). O projeto é fruto de uma iniciativa do Instituto TIM,[…]

Leia mais »