inova.jor

inova.jor

Starter Acceleration Program, da EDP, seleciona startups

Starter Acceleration Programa: EDP busca startup do setor de energia / Gabriel Porras
EDP busca startup do setor de energia / Gabriel Porras

O Starter Acceleration Program, projeto global que reúne iniciativas de aceleração da EDP, prorrogou as inscrições.

Startups interessadas terão até o dia 13 de maio para finalizarem o seu cadastro.

Além disso, o programa ganhou mais uma parceira: a American Electric Power (AEP), uma das maiores empresas de energia nos EUA.

Assim, o objetivo final é encontrar startups com tecnologias inovadoras e aplicáveis ao setor de energia e toda sua cadeia de valor.

A iniciativa ainda conta com o apoio das aceleradoras ACE e LMarks.

Expansão

A partir do sucesso dos projetos Open Innovation e Starter Brasil e Espanha, a EDP decidiu criar o Starter Acceleration Program.

O projeto terá módulos contemplando a América Latina, América do Norte e Europa. A final será no Web Summit, em Lisboa.

Serão selecionadas 10 startups para cada módulo. Elas passarão por uma semana de imersão para o desenvolvimento das propostas de projetos-piloto junto à EDP e AEP.

Além disso, ao final do processo, haverá um demoday para pitchs. As empresas com maior potencial participarão do evento final, em Lisboa, durante o Web Summit.

Por fim, as escolhidas terão um stand na maior conferência de tecnologia da Europa, podendo apresentar soluções ao mercado e prospectar oportunidades de negócio.

A startup mais bem avaliada será premiada com € 50 mil.

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Competição de startups, que acontece desde 2012 na Europa, tem sua primeira edição brasileira / Divulgação

EDP Starter busca startups com soluções para o setor elétrico

A EDP trouxe ao Brasil o programa Starter, que busca startups em estágio inicial com soluções para o setor elétrico. As inscrições vão até 14 de julho. O programa existe na Europa desde 2012.  As empresas escolhidas vão passar por um processo de aceleração e desenvolvimento especializado, receber mentoria e[…]

Leia mais »
O computador quântico foi um dos temas discutidos durante o CIAB Febraban / Renato Cruz/inova.jor

O que falta para as fintechs avançarem no Brasil

  O mercado bancário brasileiro é altamente concentrado, com spreads (diferença entre as taxas básicas e os juros efetivamente cobrados) elevados e tarifas em ascensão. Essa situação beneficia o surgimento de fintechs, empresas de base tecnológica que oferecem serviços financeiros. Um estudo divulgado recentemente pela Associação Brasileira de Fintechs (AB Fintechs)[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *