inova.jor

inova.jor

China e Índia devem se tornar líderes em inovação até 2035

China e Índia serão centros de inovação até 2035
China deverá ultrapassar EUA até 2035 / Tomas Roggero

Daqui a apenas 16 anos, a inovação deverá mudar de endereço. Essa é a percepção do próprio mercado, que acredita que China e Índia ultrapassarão os Estados Unidos na referência de tecnologia.

A tendência foi divulgada na pesquisa do Fórum da Nova Economia Bloomberg. Ela reuniu percepções de 2 mil profissionais de negócios de 20 mercados sobre o futuro das novas economias. 

Primeiramente, 54% dos entrevistados concordam que, até 2035, China e Índia terão ultrapassado os EUA como centros de inovação. E 49% dos entrevistados de mercados desenvolvidos concordam – incluindo EUA.

Ademais, 39% dos entrevistados globais acreditam que Pequim será a maior cidade tecnológica do mundo até 2035

“Os profissionais das novas economias são claros sobre a mudança no centro da gravidade econômica global”, disse Tom Orlik, economista-chefe da Bloomberg.

“À medida que avançam para oportunidades de novos mercados e tecnologias, o fluxo de talentos e capital acelerará a ascensão das novas economias”.

Além da China

Assim como mediu os centros de inovação, a pesquisa buscou compreender tendências de mercado.

Inicialmente, em todo o mundo, existe um consenso de que dinheiro físico está de saída. Cinquenta e dois por cento dos entrevistados concordam que o G-10 não usará mais dinheiro como meio de troca em 2035.

Além disso, uma outra transformação: entrevistados na Ásia acreditam que os carros autônomos serão mais comuns do que os de propriedade individual em 2035. Entrevistados na China chegam a uma concordância de 70%.

Por fim, numa escala mais assustadora, existe um forte consenso global de que, se houver outra guerra mundial, é provável que seja cibernética.  Globalmente, 68% dos entrevistados concordam com essa previsão.

Publicações relacionadas

Situação da segurança de dados é muito diferente de 2019 / Unsplash

Por que a segurança precisa seguir os dados

No final deste ano, pesquisadores esperam concluir a instalação da internet quântica entre as cidades de Delft e Haia, na Holanda.  As partes interessadas afirmam que será a primeira “internet inatacável”, com base no comportamento quântico de partículas atômicas conhecido como emaranhamento de fótons. É uma novidade na área de pesquisa e desenvolvimento (P&D), no entanto, as técnicas utilizadas só podem[…]

Leia mais »
São Paulo lidera o ranking das fraudes em e-commerce no Brasil / Renato Cruz/inova.jor

Qual é a origem das fraudes de e-commerce no Brasil

A cada 10 mil fraudes em comércio eletrônico no Brasil, mais de 4 mil têm origem em São Paulo. A informação é do Censo da Fraude, divulgado pela Konduto, startup antifraude para pagamentos online. Ela elaborou o relatório a partir da análise de mais de 128 milhões de pedidos que passaram[…]

Leia mais »