inova.jor

inova.jor

Por que investir em inteligência artificial e análise de sentimento

Por que investir em Inteligência Artificial e análises de sentimento
Inteligência artificial consegue entender sentimentos / Matt Wiebe/Creative Commons

Um cliente está prestes a abandonar sua empresa e ir para o concorrente. Mas sua organização não tem visibilidade deste cenário.

Se conquistar um novo cliente custa cinco vezes mais caro do que manter o atual, como é possível identificar esse padrão oculto de comportamento?

E, ainda, implementar uma estratégia de retenção capaz de aumentar os resultados do seu negócio. E, de quebra, fornecer uma experiência customizada para o cliente.

No passado, era muito comum a aplicação de pesquisas de satisfação para identificar fatores que levavam os clientes ao abandono de um produto ou serviço.

Hoje, entretanto, esses relatórios anuais não condizem com a dinâmica da nova economia.

Mudanças

Por que investir em Inteligência Artificial e análises de sentimento
Rafael, da Engineering / Divulgação

Os consumidores estão muito mais ágeis, empoderados, conectados e produtores de conteúdos.

Fornecem uma centena de variáveis, em diversas plataformas, para o cálculo da taxa de abandono (do inglês, churn rate).

É a métrica que mensura a quantidade de clientes que cancelaram um produto ou serviço. 

Em sinergia com o mundo movido a dados, calcular a churn rate é trabalho para um sistema de inteligência artificial com algoritmos de aprendizado de máquina (machine learning).

A partir de variáveis, como utilização, região, inadimplência, é possível avaliar, analisar e consolidar dados de diversos sistemas para gerar perfis de cliente que abandonaram a empresa.

Com os perfis aprendidos pelo algoritmo de machine learning, o sistema passa a identificar similaridades e características de deserção nos clientes. Fornecem, dessa forma, previsibilidade para a tomada de ações visando a redução de churn.

Melhorias de sentimento

Para potencializar os resultados das ações implementadas é possível monitorar as expressões do consumidor pela ferramenta de análise de sentimento (sentiment analysis).

Ela permite entender o contexto de uma opinião do cliente no universo on-line. Além disso, faz uma interpretação adequada sobre o sentimento real em relação a ação promovida para evitar o churn.

O modelo de análise preditiva possibilita o uso dos dados não estruturados para extrair informações de alto valor.

Assim, é possível identificar a taxa de abandono de um produto ou serviço pelos clientes, que está relacionado a uma série de fatores ocultos.

Afinal como é possível entender o que se passa na cabeça do consumidor?

Cliente

Com os resultados das análises, a organização é capaz de entender como o cliente utiliza seu produto. Além das condições de atendimento, o preço e a competição de mercado, entre outros indicadores.

Eles podem ser utilizados para melhorar a qualidade do serviço prestado. Mas, também, para aplicar na promoção de campanhas de redução de churn monitoradas por análises de sentimento.

Já imaginou como seria ter a previsibilidade de clientes que pretendem deixar sua carteira?

Essa é uma estratégia de negócio que propicia incremento de receita, fidelização e retenção da base clientes.

Afinal, é possível prever o comportamento, além de ter uma redução inteligente de custos.

  •  Rafael Lategahn é Digital Innovation & Architecture Director da Engineering

Publicações relacionadas

O coworking possui área de descanso e relaxamento, inspirados nos escritórios do Vale do Silício / Divulgação

Campus São Paulo busca startups para programa de residência

O Campus São Paulo, espaço do Google para empreendedores, seleciona startups para a terceira turma de seu programa de residência. As inscrições vão até 8 de dezembro. Os escolhidos terão seis meses de espaço de trabalho, acesso a especialistas e produtos do Google e oportunidade de participar em programas globais[…]

Leia mais »
Com a pandemia, a tecnologia se tornou essencial para os eventos / Renato Cruz/inova.jor

Confira oito motivos para investir em eventos online e híbridos

O mercado de eventos já passava por transformações intensas antes de a covid-19 aparecer, mas a pandemia atingiu amplamente o setor (em todas as suas ramificações) antecipando uma série de processos. Mudar e se adaptar faz parte da essência da profissão do produtor de eventos e nesse momento a transformação[…]

Leia mais »