inova.jor

inova.jor

Como os bots podem ir além do óbvio

Como os bots podem ir além do óbvio
Robôs podem ajudar em serviços alternativos / Matthew Hurst

A aplicabilidade e as inúmeras vantagens do uso de bots de voz e de chat em segmentos como serviço de atendimento ao cliente (SAC), cobrança ou vendas são bastante conhecidas.

Mas os robôs também já começaram a atuar, e têm tudo para dominar, áreas em que sua utilização era inimaginável até pouco tempo atrás.

Um exemplo simples de como isso pode acontecer. Uma montadora necessita fazer um recall relacionado a um problema encontrado no lote de determinado veículo.

O caminho corriqueiro e usado por muitos anos seria a divulgação de um comunicado em veículos de imprensa. Pois hoje é possível fazer isso por meio de aplicativo de mensagens.

Além de falar diretamente com o público-alvo, a montadora evita danos à imagem que podem ser causados por comunicados divulgados aleatoriamente para potenciais consumidores.

Nesse caso, o bot é mais barato, mais efetivo e mais seguro para a imagem da empresa.

Bots trabalhadores

Como os bots podem ir além do óbvio
Mateus Baumer, da BlueLab / Divulgação

Vamos agora para o segmento de indústria pesada, em uma empresa fabricante de aço, por exemplo.

Uma máquina recém-adquirida e que precisa ser manuseada por colaboradores que foram treinados. Mas que ainda terão inúmeras dúvidas sobre seu funcionamento.

Tal máquina é exportada para vários países diferentes, logo tem usuários com formações bastante distintas.

Em vez de um manual de instruções impresso nas diversas línguas, por que não usar um “manual” em que você não precisa buscar no menu e é capaz de apresentar o conteúdo de formas diversas, como um bot?

Mais fácil de acessar, proporciona mais agilidade na consulta, demanda menos tempo dos colaboradores. E, consequentemente, tem impactos positivos em sua produtividade.

A possibilidade de atualização de bots em caso de troca de equipamentos ou outras mudanças feitas na máquina também configura vantagem bastante considerável.

Dentro de casa

Imagina que você precise contratar serviços diversos para realizar a obra no seu apartamento. Mas como não é especialista no assunto, nem sabe muito bem quem poderia fazer cada parte da obra.

Em vez de entrar em um site e ter que descobrir o que cada um faz e passar informação para cada um deles, você fala com um Bot e explica o que precisa.

Além de poder falar do seu jeito, toda informação dada uma única vez fica guardada e não precisa ser informada novamente.

Você não precisa aprender a usar o site e toda comunicação, mesmo que não seja imediata, é feita pelo mesmo canal que você usou para consultar seu orçamento.

Claro, em todos esses casos se o bot não tiver uma boa capacidade de compreensão, todos os exemplos dados seriam uma solução pior do que a anterior.

No entanto, como algumas implementações provam que esse problema já foi superado, o uso de bots conversacionais abre novas portas para seu uso.

Não importa o segmento de atuação de sua empresa, chegará o momento em que contratar um robô será um passo crucial para a manutenção de sua competitividade no mercado.

  • Mateus Baumer é sócio da BlueLab e responsável pela Diretoria de MKT e Vendas

Comentários

comentários

Publicações relacionadas

Adoção de tecnologias digitais intensifica interconexão, escreve Lordelo / Divulgação

Por que a interconexão cresce mais rápido na América Latina

A dinâmica dos mercados emergentes e a crescente adoção de tecnologias digitais intensificam a interconexão e a troca de tráfego entre empresas pela América Latina. Um impulsionador é a centralização do setor de serviços financeiros em São Paulo, o que torna a cidade o maior polo financeiro da região. Além[…]

Leia mais »
Situação da segurança de dados é muito diferente de 2019 / Unsplash

Por que a segurança precisa seguir os dados

No final deste ano, pesquisadores esperam concluir a instalação da internet quântica entre as cidades de Delft e Haia, na Holanda.  As partes interessadas afirmam que será a primeira “internet inatacável”, com base no comportamento quântico de partículas atômicas conhecido como emaranhamento de fótons. É uma novidade na área de pesquisa e desenvolvimento (P&D), no entanto, as técnicas utilizadas só podem[…]

Leia mais »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *