inova.jor

inova.jor

Para muitos jovens, tecnologia gera tristeza e ansiedade

Para jovens,tecnologia gera tristeza, ansiedade ou depressão
Jovens ficam ansiosos com quantidade de informações / Japanexperterna.se

Atualmente, 41% dos jovens afirmam que as redes sociais causam sintomas como tristeza, ansiedade ou depressão.

Além disso, são os próprios jovens os que menos confiam no digital.

Esses números são da terceira edição do Indicador de Confiança Digital (ICD), levantamento produzido pela Faculdade Getúlio Vargas (FGV).

Dentre os adolescentes (13-17 anos), o ICD é 3,00 — o mais baixo entre o público analisado, numa escala que vai até 5,00.

Por fim, o valor cai para 2,78 em entrevistados com ensino fundamental completo, que coincide com o público dessa faixa etária.

“Os jovens estão cada vez mais nervosos com a possibilidade de perder alguma coisa que está acontecendo no mundo ou no seu ciclo mais próximo de amizades”, destaca André Miceli, professor responsável pelo estudo.

Dados dos jovens

Além disso, Miceli ressalta que boa parte dos adolescentes estão menos otimistas quanto à tecnologia.

Afinal, há entendimento sobre o assunto e perceberam o desafio que é viver conectado.

“As meninas estão cada vez mais preocupadas com a sua privacidade, principalmente com medo de expor fotos”, disse.

“Entre os meninos, 85% já relataram sofrer algum tipo de ameaça através de ambientes digitais, seja no WhatsApp ou nas redes sociais”.

Publicações relacionadas

Blade Runner 2049 amplia questões colocadas pelo clássico de 1982 / Reprodução

Blade Runner 2049 questiona limites da vida artificial

No conto “Upon the Dull Earth” (“Sobre a Terra Desolada”, numa tradução livre), Philip K. Dick conta a história de Silvia, que, usando sangue de cordeiro, consegue invocar anjos, seres gigantes de outra dimensão, de asas brancas. Um dia, Silvia se fere acidentalmente, atrai esses anjos e tem seu corpo[…]

Leia mais »
Peter Thiel sofreu pressão da comunidade do Vale do Silício por apoiar Trump / JD Lasica/Creative Commons

Peter Thiel, o bilionário da tecnologia que apoiou Trump

Há quatro anos, assisti a uma palestra de Peter Thiel, investidor do Vale do Silício e cofundador do PayPal. Durante evento Fortune Brainstorm Tech 2012, em Aspen, ele criticou o custo do ensino superior nos Estados Unidos. Primeiro investidor externo do Facebook, Thiel criou uma bolsa para incentivar jovens empreendedores a abandonarem[…]

Leia mais »